Jornal do Commercio
Acidente

Casal de idosos é atropelado por caminhão em Olinda; mulher morre

A mulher, de 63 anos, era costureira. O marido ficou ferido

Publicado em 11/10/2018, às 13h22

O acidente aconteceu na Avenida Saudade, próximo ao Cemitério de Olinda / Foto: TV Jornal
O acidente aconteceu na Avenida Saudade, próximo ao Cemitério de Olinda
Foto: TV Jornal
JC Online

Um casal foi atropelado por um caminhão, no fim da manhã desta quinta-feira (11), no bairro de Guadalupe, em Olinda, na Região Metropolitana do Recife (RMR). A costureira Maria José Silva Abreu, de 63 anos, não resistiu aos ferimentos e faleceu no local. O marido da vítima, o servidor público Aldo Eusébio de Abreu, de 73 anos, também foi atropelado e ficou ferido. O acidente aconteceu na Avenida Saudade, próximo ao Cemitério de Olinda.

Aldo Eusébio foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) com um ferimento na cabeça. Ele foi encaminhado para o Hospital Miguel Arraes, que fica em Paulista, também no Grande Recife.



Serviço

Em caso de acidente, o motorista ou as testemunhas devem entrar em contato com os órgãos de trânsito dos municípios. Na Região Metropolitana do Recife, os principais telefones são:

Locais Telefone
Recife 0800.081.1078
Olinda (81) 3305.1021
Jaboatão 3342.1857
Cabo (81) 3521.6763
Paulista (81) 98181.2070
Camaragibe (81) 3458.2983
BRs 191
PEs 190
Quando há vítimas 192 e 193




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM