Jornal do Commercio
Ônibus

Grupo marca protesto e diz que vai à Justiça contra aumento das passagens

Sindicato que representa as empresas de transporte quer aumento de 16,18%

Publicado em 22/01/2019, às 10h08

Grupo repudia tentativa de aumento / Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Grupo repudia tentativa de aumento
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Amanda Miranda, do Blog de Jamildo

A Frente de Luta pelo Transporte Público (FLTP) anunciou nesta terça-feira (22), em nota, que vai fazer uma manifestação na próxima quinta (24), às 11h, na Avenida Guararapes, no Centro do Recife, contra o possível reajuste nos preços das passagens de ônibus. O grupo afirmou também que vai ajuizar ações judiciais para que seja apresentada a proposta de não haver aumento nos valores.

O pedido do sindicato que representa as empresas de transporte, o Urbana-PE, é de 16,18%. Com isso, o anel A, que é o mais usado, pode aumentar de R$ 3,20 para R$ 3,70. O anel B, hoje de R$ 4,40, pode chegar a R$ 5,10.

A reunião do Conselho Superior de Transportes Metropolitano (CSTM) que vai definir o reajuste, é na próxima sexta-feira (25).

A Frente de Luta pelo Transporte Público argumenta que a proposta do Urbana-PE é acima do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a inflação oficial, que foi acumulado em 3,75% entre dezembro de 2017 e do ano passado, e está projetada em 4,01% em 2019.

“As empresas alegam ‘déficit’, mas não apresentam os dados relativos aos seus lucros com a operação e nem são revelados os aportes financeiros que o Estado já faz para o Sistema”, afirma o grupo em nota. “Sabemos que a proposta da Urbana é uma ação coordenada com o governador Paulo Câmara, que recorrentemente propõe um valor um pouco menor que as empresas para aparecer como um moderado. Na verdade trata-se de uma velha estratégia para iludir a população, pois não cumpriu as suas promessas de campanha para implementação da tarifa única e do Simop”. 

“Votar qualquer proposta de aumento no dia de posse dos novos conselheiros do CSTM, sem oferecer a oportunidade de envolvimento da sociedade civil na discussão sobre os rumos do transporte coletivo, é um ataque duro em quem depende do ônibus para trabalho e estudo”, disse ainda a Frente.

Confira a nota na íntegra

"Frente de Luta pelo Transporte Público (FLTP) repudia tentativa de aumento no preço da passagem de ônibus e denuncia que Conselheiros não tiveram oportunidade de apresentar propostas ao CSTM!



A equipe da Secretaria das Cidades e a direção do Consórcio Grande Recife mal tomaram posse e já convocaram uma reunião do Conselho Superior de Transporte Metropolitano para a próxima sexta-feiro, a pedido da URBANA-PE.

O que nos choca, mas não nos estranha, é o fato da URBANA ter enviado uma proposta de reajuste na órbita de 16% para o Secretário das Cidades e no mesmo dia todos os Conselheiros já haviam sido convocados para a reunião do CSTM. Todavia, não foi oportunizado aos Conselheiros, representantes da sociedade civil, apresentarem propostas para o encontro, tais como, paridade no órgão, tarifa única (bandeira do Governador) e aumento zero, definidas na última Conferência Metropolitana de Transportes.

O desejo da URBANA-PE em aumentar o valor atual da tarifa do ônibus em 16%, muito acima da inflação e do IPCA, eleva o preço do Anel A para R$ 3,70 e do Anel B para R$ 5,10. As empresas alegam “déficit”, mas não apresentam os dados relativos aos seus lucros com a operação e nem são revelados os aportes financeiros que o Estado já faz para o Sistema.

Sabemos que a proposta da URBANA é uma ação coordenada com o governador Paulo Câmara, que recorrentemente propõe um valor um pouco menor que as empresas para aparecer como um moderado. Na verdade trata-se de uma velha estratégia para iludir a população, pois não cumpriu as suas promessas de campanha para implementação da tarifa única e do SIMOP.

Vale ressaltar que nos anos de 2015, 2016 e 2017, os aumentos na tarifa do ônibus foram muito acima do índice de inflação, do IPCA e do IGPM. Não há argumento que justifique qualquer proposta de aumento, ainda mais no primeiro dia de funcionamento do Conselho Superior de Transporte Metropolitano (CSTM), sem os conselheiros sequer terem tomado posse. Desse jeito, o governador Paulo Câmara deixa claro que põe o interesse dos milhares de usuários do transporte coletivo abaixo do interesse das empresas ligadas à URBANA-PE.

Votar qualquer proposta de aumento no dia de posse dos novos conselheiros do CSTM, sem oferecer a oportunidade de envolvimento da sociedade civil na discussão sobre os rumos do transporte coletivo, é um ataque duro em quem depende do ônibus para trabalho e estudo.

Por isso, tomaremos todas as medidas necessárias, com o ajuizamento de ações judiciais para que seja garantido nosso direito de apresentar a proposta de aumento zero ao Conselho Superior de Transporte Metropolitano, e convocamos um ato para a próxima quinta-feira (24/01), às 11h, na Avenida Guararapes, em frente aos Correios, para dialogarmos e mostrarmos ao povo pernambucano o que Paulo Câmara pretende fazer!

Recife, 22 de janeiro de 2019.

Frente de Luta pelo Transporte Público de Pernambuco.

#AumentoZero
#PauloMentirinha"




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM