Jornal do Commercio
Capotamento

Acidente deixa feridos na BR-232, em Vitória do Santo Antão

Motorista perdeu o controle e carro capotou e três pessoas ficaram feridas

Publicado em 12/02/2019, às 09h45

Motorista perde o controle e said a pista, na BR-232, em Vitória - PE / Foto: Divulgação/PRF
Motorista perde o controle e said a pista, na BR-232, em Vitória - PE
Foto: Divulgação/PRF
JC Online

Um acidente deixou três pessoas feridas na BR-232, no sentido Recife, em de Vitória de Santo Antão. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), por volta das 2h30, o motorista perdeu o controle do veículo, saiu da pista e capotou. Ainda segundo a PRF, das cinco pessoas que estavam no carro, três sofreram ferimentos leves. Os feridos foram socorridos para o Hospital João Murilo, em Vitória, e passam bem.



Serviço

Em caso de acidente, o motorista ou as testemunhas devem entrar em contato com os órgãos de trânsito dos municípios. Na Região Metropolitana do Recife, os principais telefones são:

Locais Telefone
Recife 0800.081.1078
Olinda (81) 3305.1021
Jaboatão 3342.1857
Cabo (81) 3521.6763
Paulista (81) 98181.2070
Camaragibe (81) 3458.2983
BRs 191
PEs 190
Quando há vítimas 192 e 193




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio
Sozinha nasce uma mãe Sozinha nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM