Jornal do Commercio
Transporte

Integração temporal no TI Recife começa no dia 22 de abril

A partir deste sábado, a integração começa a funcionar de forma educativa

Publicado em 11/04/2019, às 12h09

Na integração temporal, por duas horas, o usuário pode utilizar o metrô e o ônibus pagando apenas uma passagem / Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Na integração temporal, por duas horas, o usuário pode utilizar o metrô e o ônibus pagando apenas uma passagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
JC Online

O processo de inserção da integração temporal no Terminal Integrado Recife, que fica no bairro de São José, na área Central, tem início no próximo sábado (13). Desta forma, os passageiros deverão fazer uso do Vale Eletrônico Metropolitano (VEM) para realizar a integração entre o ônibus e o metrô. De acordo com o Grande Recife Consórcio de Transporte e a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), ações educativas serão realizadas até o domingo (21). A partir da segunda-feira (22), a mudança começa a valer e afeta aproximadamente 45 mil usuários.

O passageiro que desejar fazer a integração, poderá utilizar qualquer tipo de VEM, seja ele trabalhador, estudante, comum, livre acesso ou passe livre. Com a mudança, o usuário que desembarcar do metrô deverá passar o VEM em um dos validadores instalados na estação para ter acesso ao terminal, sem pagar nova tarifa.



No sentido contrário, os passageiros das linhas 101 – Circular (Conde da Boa Vista), 104 – Circular (IMIP), 107 – Circular (Cabugá/Prefeitura), 116 – Circular (Príncipe) e 117 – Circular (Prefeitura/Cabugá), que compõem o TI Recife, terão que sair por uma nova portaria instalada no terminal e entrar na estação do metrô. Para isto, basta que o usuário encoste o VEM na catraca do metrô que a integração temporal será realizada. As cinco linhas também farão integração temporal com linhas, terminais, estações do metrô e de BRT que fazem parte do SEI.

Integração temporal

Na integração temporal, por duas horas, o usuário pode utilizar o metrô e o ônibus pagando apenas uma passagem. Para isto, o passageiro tem que fazer uso do VEM. Para os que ainda não possuem o cartão, é possível adquirir o VEM Comum no TI Recife ou dentro dos ônibus, com os cobradores. O cartão custa R$ 10.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM
'; status++; } } else { status = 0; document.getElementById("aovivo").style.display = "none"; } setTimeout(function() { aovivo(); }, 180000); })();