Jornal do Commercio
Chuva

Domingo chuvoso e com pontos de alagamentos no Grande Recife

Os maiores índices de precipitações foram registrados nos municípios de Olinda, Paulista e Recife

Publicado em 16/06/2019, às 16h41

Agamenon Magalhães, uma das principais vias do Recife, com pontos de alagamentos / Foto: Gustavo Belarmino/ NE10
Agamenon Magalhães, uma das principais vias do Recife, com pontos de alagamentos
Foto: Gustavo Belarmino/ NE10
JC Online

As chuvas voltaram a causar transtornos no Grande Recife neste domingo (16). De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), os maiores índices de precipitações foram registrados nos municípios de Olinda, Paulista e Recife, onde choveu, respectivamente, 62, 59 e 55 milímetros, em um período de 12 horas.

A Defesa Civil do Recife emitiu um alerta para moradores de áreas de risco no início da noite deste domingo. Cerca de 31 mil moradores de áreas de morro foram orientados a deixarem suas casas e buscarem locais mais seguros. Das 6h às 18h deste domingo, foram registrados mais de 70 mm de chuvas na capital pernambucana. Somados aos 230 mm da última quinta-feira (13), em menos de dois dias já choveu o equivalente a 23 dias do mês de junho, cujo a média histórica é de 389,60.

Em caso de ocorrências, a Defesa Civil do Recife deve ser acionada pelo telefone 0800.081.3400. A ligação é gratuita e o atendimento 24h.

 

Em Olinda, o bairro mais afetado foi Tabajara. Quem tentou sair do município em direção ao Recife enfrentou dificuldades. Isso porque alagamentos foram registrados nas Avenidas Carlos de Lima Cavalcanti e Getúlio Vargas, na altura de Bairro Novo, na saída da cidade.

Em Paulista, segundo a Apac, o bairro onde mais choveu foi o Janga. Já no Recife, em um período de 12h (até as 15h30 deste domingo), o bairro de Dois Unidos, na Zona Norte, era o mais afetado pelas chuvas. 

Na capital pernambucana, foi necessário paciência para trafegar por diversas localidades. A Avenida Domingos Ferreira, no Pina, Zona Sul da cidade, ficou alagada. A Avenida Caxangá e a BR-101, na Zona Oeste, também registraram alagamentos. O mesmo ocorreu em dos principais corredores do Recife, a Avenida Agamenon Magalhães, na altura do Clube Português.



Confira, abaixo, as localidades no Recife com maiores índices pluviométricos nas ultimas 24h:

Dois Unidos: 61,34mm
Alto do Mandu: 57,25mm
Porto do Recife: 56,60mm
Santo Amaro: 54,60mm
Boa Vista: 53,60mm

Chuva moderada na segunda

“Essa chuva está dentro do esperado, porque este sistema, chamado Onda de Leste, é o principal sistema que causa chuvas no nosso inverno, principalmente nos meses de junho e julho”, explicou Roni Guedes, meteorologista da Apac. Segundo ele, nesta segunda-feira, as chuvas devem continuar, mas com intensidade mais moderada, principalmente no período da manhã.

Camaragibe

Foram encontrados na noite desse sábado (15) e na manhã deste domingo (16) os corpos das duas últimas vítimas soterradas no deslizamento de barreira que aconteceu em Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife (RMR), durante as chuvas da última quinta-feira (13). Lucas Ricardo da Silva tinha 6 anos e Ítalo de Souza 14 anos. 

Agora que todas as vítimas já foram retiradas do local do deslizamento, a Prefeitura de Camaragibe informou que as equipes vão retirar os entulhos que ficaram no local e depois demolir o que restou das casas atingidas.

Na tragédia, sete pessoas morreram e apenas uma mulher sobreviveu. Todos eram da mesma família e viviam na casa destruída pela barreira há pouco mais de um mês. 





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.
Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM