Jornal do Commercio
Notícia
Protesto

Amigos e parentes de estudante atropelada na Boa Vista fazem ato no Centro

Alessandra Tamyris foi atropelada quando andava na calçada da Avenida Conde da Boa Vista

Publicado em 23/08/2019, às 12h19

Alessandra morreu no cruzamento da Avenida Conde da Boa Vista com a Rua das Ninfas / Foto: Brenda Alcântara/ JC Imagem
Alessandra morreu no cruzamento da Avenida Conde da Boa Vista com a Rua das Ninfas
Foto: Brenda Alcântara/ JC Imagem
JC Online
*Atualizada às 16h02

Parentes e amigos da estudante de odontologia Alessandra Tamyris Tristão Santos, de 23 anos, realizaram um protesto, na manhã desta sexta-feira (23), como forma de pedir punição após a morte da jovem. Alessandra faleceu na última sexta-feira (16), depois de ser atropelada por um motociclista quando andava pela calçada da Avenida Conde da Boa Vista, no bairro da Boa Vista, na área Central do Recife. Na última terça-feira (20), o motociclista Marcos André Borges Ferreira, de 51 anos, confessou o crime, mas como o prazo do flagrante já havia terminado, ele foi ouvido e liberado. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

De acordo com Laura Tristão, prima de Alessandra, o ato aconteceu em busca por justiça. "A família e amigos estão reunidos como um pedido de justiça, querendo que ele pague pelo dano que ele causou, já que todas as testemunhas que estavam presentes disseram que ele vinha fazendo manobras arriscadas, em alta velocidade. Ele invadiu uma calçada e atropelou uma estudante. A gente quer que ele pague pelo crime de homicídio porque ele assumiu o risco de matar", conta a estudante, em entrevista à TV Jornal.




Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

Alessandra morreu no cruzamento da Avenida Conde da Boa Vista com a Rua das Ninfas. Ela havia ido para o local para comprar um vestido de formatura, já que estava concluindo o curso de odontologia. Ela chegou a ser levada para o Hospital da Restauração, no bairro do Derby, também no Centro do Recife, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Uma mulher grávida também foi atingida.

Caso investigado pela polícia

Na última segunda-feira (19), segundo a Polícia Civil, foi identificada a motocicleta envolvida no crime e foram realizadas diligências para localizar o condutor, que acabou se apresentando à polícia no dia seguinte. Marcos André se apresentou acompanhado de um advogado na Delegacia de Polícia de Delitos de Trânsito, que fica no bairro da Iputinga, na Zona Oeste do Recife e, durante interrogatório, confessou o crime. O caso está sendo investigado pelo delegado Paulo Jeann Barros Silva. O corpo de Alessandra foi sepultado no Cemitério Morada da Paz, na cidade de Paulista, na Região Metropolitana do Recife (RMR), no sábado (17).




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM