Jornal do Commercio
Notícia
TRANSPORTE

Após negociação, Celpe religa energia do TI CDU

A companhia informou ainda, que a dívida de quase R$ 80 mil foi negociada e será paga até a próxima sexta (13) pelo Grande Recife Consórcio

Publicado em 10/09/2019, às 17h20

A luz foi religada na tarde desta terça-feira (10) / Foto: Acervo / JC Imagem
A luz foi religada na tarde desta terça-feira (10)
Foto: Acervo / JC Imagem
JC Online

Em menos de 24 horas após a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) interromper o fornecimento de energia do TI CDU, na Avenida Caxangá, na Várzea, Zona Oeste do Recife, a luz foi religada na tarde desta terça-feira (10). Segundo a Companhia, a dívida de quase R$ 80 mil, que gerou desligamento, foi negociada e será paga até a próxima sexta-feira (13) pelo Grande Recife Consórcio de Transporte (GRCT).

Negociação

Nessa segunda-feira (9), em nota, a Celpe informou que realizou contato com o Grande Recife para negociação do débito e restabelecimento do fornecimento de energia.

"O Grande Recife informa que está em negociação com a Celpe o débito das contas de energia do TI CDU, no valor de R$ 79.387,76. Ficou acordado que o pagamento deverá ser feito até sexta-feira (13) e que a energia será restabelecida pela concessionária ao longo desta terça-feira (10)."



TI CDU

O TI CDU foi inaugurado no dia 29 de setembro de 2018 e era um dos equipamentos previstos para a Copa do Mundo de 2014. O terminal opera com quatro linhas, em dias úteis, e atende aproximadamente 3,5 mil usuários. O investimento na construção do equipamento foi de R$ 12,6 milhões.

Privatização

Em maio deste ano, o Governo de Pernambuco publicou um edital de Chamamento Público para receber propostas de parcerias com o setor privado para gestão dos 26 terminais integrados do Grande Recife, incluindo o TI CDU. De acordo com o Governo à época, o objetivo do chamamento é atrair investimentos para os terminais que integram o Sistema de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros. Entre os serviços contemplados pelo Programa de Parcerias Estratégicas do Estado (PPPE) estão a administração, manutenção, conservação e requalificação dos terminais. A contrapartida oferecida pelo governo era a exploração comercial dos espaços.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM