Jornal do Commercio
Notícia
Transporte

TI Recife: vigilante que deu tiro para o alto é afastado para apuração do caso

O caso aconteceu no dia 31 de agosto e ganhou repercussão após o vídeo viralizar nas redes sociais

Publicado em 12/09/2019, às 09h35

Em vídeo que circula pelas redes sociais é possível ver os dois homens discutindo e que o vigilante, portando um revólver, dá um tiro para cima / Foto: Reprodução
Em vídeo que circula pelas redes sociais é possível ver os dois homens discutindo e que o vigilante, portando um revólver, dá um tiro para cima
Foto: Reprodução
JC Online

O vigilante da empresa BBC que deu um tiro para o alto durante uma discussão com um passageiro no Terminal Integrado do Recife foi afastado pela empresa "até que tudo seja devidamente apurado", de acordo com o Grande Recife Consórcio de Transporte. A BBC é uma empresa terceirizada que presta serviço ao órgão estadual. O caso aconteceu no dia 31 de agosto e ganhou repercussão após o vídeo viralizar nas redes sociais.

O passageiro Luiz Felipe Cavalcanti, de 24 anos, contou que estava acompanhado de uma amiga e que havia acessado o metrô por volta das 19h e pago a tarifa. O rapaz comentou, ainda, que o vigilante do TI Recife teria pedido para que ele pagasse novamente o valor da passagem. Neste momento teve início a discussão e, ainda segundo o usuário, o vigilante começou a proferir xingamentos contra ele, chamando-o de "maloqueiro", "malandro" e de "maconheiro". O disparo teria acontecido quando o homem retornou para reclamar com o vigilante pelos xingamentos.



Em vídeo que circula pelas redes sociais é possível ver os dois homens discutindo e que o vigilante, portando um revólver, dá um tiro para cima. Luiz Felipe ainda afirma que o homem o agrediu, batendo sem sua costela com a arma.

Confira a íntegra da nota do Grande Recife:

O Grande Recife informa que está apurando junto a BBC, empresa responsável pela vigilância dos Terminais Integrados, todas as informações relacionadas ao fato ocorrido no dia 31 de agosto, no TI Recife. Segundo a BBC, um usuário se recusou a pagar passagem para entrar no metrô e começou uma discussão com os fiscais e o vigilante do terminal. O Consórcio lembra que utilizar ônibus ou metrô sem o pagamento da tarifa é proibido, pois prejudica a manutenção do sistema de transporte público. A empresa informou ao órgão gestor que o segurança foi afastado das suas funções até que tudo seja devidamente apurado.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM