Jornal do Commercio
Notícia
Trânsito

Trecho da Rua Dom Bosco, na Boa Vista, passa a ser mão dupla neste sábado

Segundo a CTTU, a mudança viabilizará a restrição de circulação na Nova Conde da Boa Vista

Publicado em 17/01/2020, às 07h51

Para que seja feita a mudança, o trecho que vai virar mão dupla terá o estacionamento ordenado / Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Para que seja feita a mudança, o trecho que vai virar mão dupla terá o estacionamento ordenado
Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
JC Online
Atualizada às 11h36

Mais uma intervenção irá alterar o trânsito nos bairros da Boa Vista e Ilha do Leite, na área Central do Recife. A partir deste sábado (18), a Rua Dom Bosco passará a ser mão dupla no trecho entre a Rua Paissandu e a Rua Henrique Dias. De acordo com a Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), a mudança viabilizará a restrição de circulação na Nova Conde da Boa Vista.

Com a alteração, quem vem da Rua Henrique Dias poderá acessar a Rua Dom Bosco em direção ao bairro da Ilha do Leite, dobrando à direita. Já os motoristas que vêm da Rua Paissandu não poderão mais dobrar à direita na Rua Dom Bosco, pois apenas a conversão à esquerda continua permitida. Os condutores que seguem pela via local da Avenida Agamenon Magalhães, para acessar a Dom Bosco, deverão utilizar a Rua Henrique Dias.

Para que seja feita a mudança, o trecho que vai virar mão dupla terá o estacionamento ordenado. Placas de sinalização e faixas de pedestres serão requalificadas e um efetivo de agentes e orientadores da CTTU foram deslocados para o local. A gestora de Planejamento Viário da CTTU, Kelly Pereira, explica que a alteração será importante para garantir a permanência da circulação exclusiva de transporte público na Avenida Conde da Boa Vista. "A Conde tem uma restrição de circulação no sentido Cidade, com isto, alguns moradores iam ficar um pouco isolados e teriam dificuldade de alcançar as casas. É uma forma de facilitar o atendimento deles", relata.


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

Kelly acrescenta que a mudança também irá viabilizar alterações na Praça do Derby, no bairro de mesmo nome, na área Central do Recife. "A gente tem uma ação que vai acontecer futuramente na Praça do Derby, que é restringir a circulação de carros naquela área, no sentido Cidade. A mudança na Rua Dom Bosco serve também para atender estas pessoas", comenta. A gestora diz que ainda não há um prazo para que a circulação mude no Derby, mas que ela deve ser feita até o fim da obra na Avenida Conde da Boa Vista e que, na área, será necessário fazer serviços para adequação à novidade, como ajustes no canteiro.

"Isto vai acontecer mais para frente, mas estamos implementando as ações para garantir um transporte público de mais agilidade no local e para que os motoristas já vão criando outras rotas", afirma. A novidade dividiu a opinião de condutores que passam pela Rua Dom Bosco diariamente. A taxista Magareth Silva, de 47 anos, que utiliza o ponto de táxi no local há sete anos, acha que não vai ser positiva. "Eu acredito que não vai ser legal porque o trânsito durante a semana aqui já é grande, imagina quando mudar? Além disto, diminuiu a quantidade de vagas para táxis aqui. O trânsito é ruim a partir das 11h e depois das 17h", disse.



Para o empresário Oséas Gomes, de 74 anos, que circula pelo local de motocicleta, a mudança será boa. "Eu acho que vai melhorar, vai dar mais opções para chegar na Avenida Agamenon Magalhães. Eu moro por aqui e o trânsito não está tão ruim. Temos que ver depois da mudança como será", declara.

Obras na Conde da Boa Vista

A primeira fase dos serviços para a Nova Conde da Boa Vista tiveram início em abril de 2019. Ao todo, o projeto contém seis etapas. Na primeira delas, foram realizadas obras nos passeis públicos e iluminação. Esta parte foi concluída em julho, quando foi iniciada a segunda etapa. A Nova Conde da Boa Vista inclui intervenções no trânsito, para os passageiros de transporte público, calçadas, comércio popular e iluminação. Já para os ciclistas, a promessa é de malha cicloviária instalada no entorno.

Zona Azul na Ilha do Leite

Em setembro de 2019, cerca de 220 vagas de Zona Azul foram implantadas no bairro da Ilha do Leite. A região abrange uma área de 1.090 metros quadrados e também teve a velocidade reduzida para 30 km/h. A iniciativa compreendeu as ruas Senador José Henrique, Frei Matias Teves, Francisco Alves, Estado de Israel, Jornalista Trajano Chacon, Antônio Gomes de Freitas, Elvira Carreira de Oliveira e General Joaquim Inácio.

Mudança na Zona Oeste

No último sábado (11), a trânsito sofreu mudança no bairro do Prado, na Zona Oeste do Recife. A intervenção afetou a circulação da Rua Manoel de Arruda Câmara, da Rua Pandiá Calógeras e das ruas Rodrigues Mendonça e João Ivo da Silva. Com a alteração, a Rua Manoel de Arruda Câmara passou a ser mão única, em direção à Rua Carlos Gomes. Já a Rua Pandiá Calógeras agora é mão dupla entre as ruas Rodrigues Mendonça e João Ivo da Silva.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM