Jornal do Commercio
Notícia
VILA DOS MILAGRES

Protesto na BR 101, no Recife, tem ônibus incendiado

A manifestação acontece após um homem de 51 anos morrer depois de ser atropelado por um carro na rodovia

Publicado em 20/01/2020, às 07h45

Manifestação acontece no Km 74 da BR 101, próximo à Vila dos Milagres / Foto: Bruno Campos/JC Imagem
Manifestação acontece no Km 74 da BR 101, próximo à Vila dos Milagres
Foto: Bruno Campos/JC Imagem
JC Online
Atualizada às 10h43

Moradores da Vila dos Milagres, no bairro do Ibura, na Zona Sul do Recife, atearam fogo em um ônibus da empresa Vera Cruz, depredaram outro e queimaram pneus, para protestar, na manhã desta segunda-feira (20), após um homem de 51 anos morrer depois que foi atropelado por um carro no quilômetro 74 da BR-101, próximo à comunidade, na noite do domingo (19). Segundo testemunhas, moradores tentaram socorrer Luís Pereira dos Santos, mas ele não resistiu e morreu no local. O ato foi finalizado por volta das 10h30 e a rodovia foi liberada. 

O Corpo de Bombeiros chegou ao local por volta das 7h30 para apagar as chamas nos coletivos, pneus e colchões usados para bloquear a rodovia durante a manifestação. Luís Pereira era motorista de caminhão e trabalhava em um armazém. Ele voltava do bairro do Pina, na Zona Sul do Recife, onde estava com a família, que voltou de ônibus para o Ibura. Como Luís estava de bicicleta, ele teria tentado atravessar a rodovia, quando foi atingido pelo carro de modelo Onix. O condutor do veículo se evadiu do local após o atropelamento, que aconteceu por volta das 21h40.


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

De acordo com o presidente do Núcleo de Assistência Social do Ibura, Nelson Evangelista, o protesto aconteceu por causa da necessidade de haver mais segurança no trânsito para os moradores do bairro. "Nós queremos que o Poder Público olhe para o Ibura, porque não é só questão de transporte público. Todos os anos, dois ou três moradores da comunidade morrem assim", falou. "Além disso, tiraram as lombadas eletrônicas daqui e os motoristas passam a 110 km/h, 120, e quem perde são os pais e mães de família, que precisam levar seus filhos à escola ou ir trabalhar", completou.

Para Nelson Evangelista, a instalação de uma passarela no local poderia ter impedido a morte de mais um morador do bairro. "O DNIT já tinha falado há muito tempo, durante várias reuniões, que aqui deveria ser feito uma passarela, mas eles fizeram uma obra errada. Alargaram a rodovia, mas não fizeram uma passarela para que a gente possa atravessar a BR com segurança".



Ele afirmou ainda que o protesto deveria ser pacífico, que não era intenção inicial dos manifestantes queimar ônibus, mas "a revolta dos moradores foi maior". Sobre o caso, o Grande Recife Consórcio de Transporte enviou uma nota. Veja a íntegra:

O Grande Recife informa que, na manhã dessa segunda-feira (20), um ônibus da empresa Vera Cruz foi queimado e outro teve as janelas danificadas na BR-101, próximo à Comunidade dos Milagres. De acordo com informações preliminares da empresa operadora, a depredação dos veículos teria sido uma forma de protesto pela morte de um popular da Comunidade. Neste momento, a BR-101 foi liberada. Contudo, a operação de cinco linhas, 128 – UR-03/Barro (Milagres), 103 – UR-11/Barro, 205 – UR-05/Barro (BR-101), 206 – TI Barro/TI Prazeres (Jordão) e 216 – TI Barro/TI Cajueiro Seco ainda está comprometida. Por isso, os usuários estão sendo orientados a usar o metrô para chegar aos terminais integrados de Cajueiro Seco e do Barro.

PRF acredita em alta velocidade

Na noite do domingo, à TV Jornal, o inspetor Guerra, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), disse que Luís Pereira dos Santos estava a pé, empurrando sua bicicleta para atravessar a rodovia, quando foi atropelado. "Provavelmente, o carro estava em alta velocidade, porque foram retirados os dispositivos redutores de velocidade, que aqui é de 50 km/h, visto que a rodovia ainda está  em obras, mas a fiscalização não é muito eficiente aqui", disse o policial. Ainda segundo ele, o condutor do veículo fugiu do local, após ser ameaçado por moradores da comunidade.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM