Jornal do Commercio
Notícia
Trânsito

Homem morre após ser atingido por linha com cerol na Zona Oeste do Recife

O homem chegou a ser socorrido para a UPA da Caxangá, mas não resistiu aos ferimentos e morreu

Publicado em 23/01/2020, às 08h00

O caso aconteceu na última terça-feira (21) / Foto: Alexandre Lopes/Especial para o JC
O caso aconteceu na última terça-feira (21)
Foto: Alexandre Lopes/Especial para o JC
Mayra Cavalcanti
Com informação da Rádio Jornal

O motociclista Jadson José da Silva Maia, de 54 anos, voltava para casa, no bairro do Alto do Mandu, na Zona Norte do Recife, após um dia de trabalho, quando foi atingido por uma linha com cerol. O homem trafegava pela BR-101, no bairro da Iputinga, na Zona Oeste da cidade, quando ocorreu o caso. Ele chegou a ser socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Caxangá, também na Zona Oeste, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O caso aconteceu na última terça-feira (21), e o corpo de Jadson foi velado nessa quarta-feira (22), no cemitério de Casa Amarela, na Zona Norte. "É muito triste. É uma morte tão horrível, ele não merecia morrer desta forma não. Tem que ter uma providência, tem que ter uma punição, uma fiscalização muito séria, porque do jeito que aconteceu com ele, pode acontecer com outras pessoas", afirmou a irmã de Jadson, Ana Luíza Maia, em entrevista à Rádio Jornal. O motociclista deixa a esposa e uma filha.

Outros casos

Em dezembro de 2019, uma mulher foi atingida por uma linha de pipa com cerol e ficou ferida na região do pescoço. O acidente aconteceu no bairro do Cabanga, na área Central do Recife. A vítima pilotava uma motocicleta quando foi atingida na Avenida Engenheiro José Estelita. Por causa do ferimento, Micheline Morais de Araújo, de 35 anos, precisou de ajuda para conseguir conter o sangramento enquanto esperava socorro.



Em setembro, um major da Polícia Militar (PM) também ficou ferido depois de ser atingido por uma linha com cerol na Zona Sul do Recife. O policial passava de motocicleta pela Rua Manuel de Brito, no bairro do Pina, quando foi atingido e teve um corte profundo na testa. Em dezembro de 2018, um motociclista morreu na BR-101, em Jaboatão dos Guararapes, com um ferimento no pescoço causado por linha com cerol.

Perigos do cerol

Em agosto de 2019, motociclistas do Recife realizaram um ato, no Parque Dona Lindu, em Boa Viagem, na Zona Sul, para conscientizar sobre os perigos do cerol e das linhas chilenas. Por serem cobertos com substâncias como pó de ferro, quartzo moído e óxido de alumínio, os artefatos podem causar graves ferimentos. Na velocidade em que trafegam os veículos, a linha chilena, mais resistente que o cerol, tem capacidade de cortar desde a antena de proteção da moto, até a lataria de carros e caminhões.

A orientação do Corpo de Bombeiros para quem empina pipas é de que não utilize linhas cortantes, que brinque longe da rede elétrica, evitando dias de chuvas e lugares movimentados.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM