Jornal do Commercio
Tragédia

Menina morre afogada após ficar presa em bomba de piscina em Itamaracá

Laura Beatriz, de oito anos, brincava na piscina quando sofreu o acidente. Familiares tentaram soltar a menina, mas o corpo só foi retirado da água quando o equipamento foi desligado

Publicado em 03/11/2017, às 06h04

Laura Beatriz brincava na piscina quando ficou presa na bomba de sucção do local / Foto: Cortesia
Laura Beatriz brincava na piscina quando ficou presa na bomba de sucção do local
Foto: Cortesia
JC Online
Com informações da TV Jornal

Uma garota de apenas oito anos morreu afogada após ficar presa na bomba de sucção de uma piscina na Ilha de Itamaracá, na Região Metropolitana do Recife (RMR). De acordo com testemunhas, familiares mergulharam na piscina para tentar soltar a menina, mas a vítima só foi solta quando o equipamento foi desligado.

O afogamento foi registrado na manhã da quinta-feira (2), durante o feriado de Finados. A família da jovem, que foi identificada como Laura Beatriz, mora em São Lourenço da Mata, também na RMR, mas tinha viajado até a casa de veraneio de parentes para se divertir durante o feriado prolongado.

Laura brincava na piscina quando teve os cabelos sugados pela bomba de sucção. Parentes da criança correram para soltar a jovem, mas não conseguiram.



O corpo de Laura só foi removido da água quando outra pessoa que presenciou o acidente desligou a bomba que prendia a garota. A vítima ainda foi levada para uma unidade de saúde da ilha de Itamaracá, mas, de acordo com a equipe médica, Laura já chegou sem vida ao local.

Sepultamento

A estudante foi sepultada na manhã desta sexta-feira (3) no cemitério de São Lourenço da Mata. Uma equipe do Instituto de Medicina Legal (IML) fez o transporte do corpo no início da noite da quinta-feira (2) entre Itamaracá e São Lourenço.

Outro afogamento

Na última terça-feira (31), outra criança também morreu afogada. A menina de dois anos se afogou dentro de um balde na Zona Rural da cidade de Poção, no Agreste de Pernambuco. De acordo com familiares, a menina subiu em um banquinho, se desequilibrou e caiu em um balde grande cheio de água. O sepultamento da garotinha aconteceu na quarta-feira (1).


Palavras-chave


Comentários

Por Danielle,03/11/2017

Tragédia! Que Deus console essa família, em especial os pais. Dor irreparável.

Por Abdonildo José,03/11/2017

Amém! Senhor Jesus, defendei e guardai tuas crianças de todo mal!

Por ALEXSANDRO GOMES DIAS,03/11/2017

QUE NOSSO SENHOR JESUS CONSOLE TODA FAMÍLIA



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Sozinhas nasce uma mãe Sozinhas nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM