Jornal do Commercio
SEMANA SANTA

Dom Saburido pede mais compaixão aos fiéis durante a abertura da Semana Santa

Arcebispo de Olinda e Recife citou ainda a reforma da Previdência durante a Missa de Ramos

Publicado em 14/04/2019, às 13h38

"Estamos acompanhando nos momentos atuais os desafios que a sociedade enfrenta, as tantas dificuldades e ameaças a direitos adquiridos e que agora são ameaçados", falou Dom Saburido
Foto: Edilson Vieira/JC
JC Online

As celebrações da Semana Santa começaram neste domingo (14) com a bênção e procissão dos ramos, presidida pelo arcebispo dom Fernando Saburido. O cortejo saiu da Igreja da Misericórdia,no Alto da Sé, em Olinda, e fez um pequeno percurso até a Catedral da Sé, onde aconteceu a tradicional Missa de Ramos. Para a Igreja Católica este dia marca o início das vivências da Semana Santa. Os fiéis saíram às ruas em procissão com ramos de palmeiras nas mãos para relembrar a chegada de Jesus à cidade de Jerusalém, dias antes de ser morto e crucificado.

A missa foi prestigiada por um grande número de fiéis, que lotaram a Catedral da Sé. Durante a homilia, o arcebispo Dom Fernando Saburido pregou mais solidariedade e compaixão com o próximo. E citou o que chamou de tempos difíceis para a nossa sociedade. “Estamos acompanhando nos momentos atuais os desafios que a sociedade enfrenta, as tantas dificuldades e ameaças a direitos adquiridos e que agora são ameaçados, como a reforma da previdência que está aí tão discutida, problemas que envolvem as pessoas mais humildes. Que possamos trazer isso para a realidade e não nos omitirmos. Como comunidade, nos darmos as mãos para nos fortalecermos e combater o bom combate. Sem violência, no amor, usando a lógica e a razão para que de fato podemos fazer o bem”, pregou o arcebispo.

Para a funcionária pública Diovania Chagas, que acompanhou a missa juntos com filhos Didier (12 anos) e Yasmin (23), ir a missa se torna algo especial neste período. “A Semana Santa nos deixa mais próximos da espiritualidade e é um bom momento para quem quer frequentar a igreja”, diz ela.  Para a Igreja Católica, o período que antecede a Semana Santa, principal festa do ano litúrgico, é conhecido como Quaresma e simboliza os 40 dias que Jesus passou no deserto jejuando.



Os ritos da Semana Santa seguem até o próximo Domingo(21), quando é comemorada a Páscoa. Na quarta-feira (17) será realizada a 19ª Via Sacra da Fraternidade, conduzida pelo padre Salesiano João Carlos Ribeiro. A concentração começa às 6h, no Pátio de São Pedro, área central do Recife, com orações e arrecadação de alimentos para o Núcleo de Apoio à Criança com Câncer. A partir das 8h, começa a Via Sacra, quando fiéis se revezam carregando uma cruz de mais de 100 kg enquanto percorrem ruas do centro do Recife. O percurso é encerrado na Igreja Nossa Senhora do Livramento, no bairro de São José. Em seguida, o arcebispo dom Fernando Saburido celebrará uma missa na Basílica do Carmo, no bairro de Santo Antônio.

SEMANA SANTA

Na quinta-feira (18), quando se inicia o Tríduo Pascal, dom Fernando presidirá a missa da Ceia do Senhor na Comunidade do Pilar, no Recife Antigo, às 16h. Na ocasião, será realizado o ritual do Lava-Pés, no qual pessoas da comunidade serão escolhidas para terem seus pés lavados pelo arcebispo, em referência ao momento que Jesus lava os pés de seus discípulos, ensinando-lhes sobre humildade. No dia seguinte, sexta-feira da Paixão (19), o encontro acontece novamente na Catedral da Sé, quando fiéis e se reúnem com dom Fernando para relembrar a paixão e a morte de Jesus, a partir das 15h. As celebrações continuam às 16h, pelas ruas do Sítio Histórico de Olinda, com a Procissão do Senhor Morto.

No sábado não serão realizadas missas. Às 20h, haverá a vigília pascal, também presidida pelo arcebispo de Olinda e Recife, na Catedral da Sé. Na ocasião, dom Fernando acenderá o Círio Pascal, uma grande vela que representa Jesus ressuscitado. A igreja estará toda apagada, iluminada apenas pelas velas levadas pelos fiéis. A Semana Santa é encerrada no Domingo de Páscoa (21), quando é celebrada a vitória de Jesus sobre a morte, a ressurreição. O festejo acontece também na Catedral da Sé, às 9h.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.
Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM