Jornal do Commercio
CAMARAGIBE

Família com suspeita de envenenamento no Dia das Mães continua internada

O ex-namorado de uma das vítimas, a que está em situação mais grave, é suspeito de envenenar o tempero que ela usou para fazer o almoço da família

Publicado em 15/05/2017, às 09h30

Das nove vítimas, quatro estão internadas no HR / Foto: Secretaria de Saúde
Das nove vítimas, quatro estão internadas no HR
Foto: Secretaria de Saúde
JC Online

Nove pessoas da mesma família continuam internadas após suspeita de ingestão de comida envenenada durante um almoço para celebrar o Dia das Mães, nesse domingo (14), no bairro do Vale das Pedreiras, em Camaragibe, Região Metropolitana do Recife (RMR).

De acordo com familiares, o ex-namorado de uma das vítimas, conhecido como Kiko, teria colocado veneno no colorau que a jovem, identificada como Débora Regina Belo Soares, 22 anos, utilizou para preparar o almoço.

A mulher teria passado mal ainda no sábado (13), mas os familiares não desconfiaram que fosse por causa da comida. Somente nesse domingo (14), após toda a família comer o almoço, é que a suspeita aumentou. O único a morrer foi um gato.

Quatro pessoas estão internadas no Hospital da Restauração, incluindo Débora, cujo estado de saúde é o mais grave. Ela está entubada na sala vermelha da emergência clínica. Os avós da jovem, Augusto Francisco Soares e Nilva Maria da Silva, também estão internados na emergência clínica com uma situação que inspira cuidados. A tia, Valquilene Maria Soares, 34, está na emergência clínica com um quadro de saúde estável. Inicialmente, os três últimos haviam sido levados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Caxangá, mas foram transferidos.



O pai de Débora Regivaldo Francisco Soares, e o irmão dela, Talisson Gomes Soares, também estavam na UPA da Caxangá, mas foram transferidos para Hospital Nossa Senhora do Ó, em Paulista, no Grande Recife, na noite do domingo (14). Ainda não há informações sobre o estado de saúde deles nesta segunda-feira (15).

Outros três parentes, Vilma Maria Soares, 48, José Edson Soares da Silva, 21 anos e Gleice Kelly Soares, 16, não apresentaram sinais de envenenamento, mas estavam na UPA dos Torrões. Nesse domingo (14), eles foram medicados e a expectativa é que fossem liberados após um período em observação.

Perícia

No fim da noite do domingo (14), o Instituto de Criminalística da Polícia Civil foi ao local para recolher provas do crime. Segundo informações do repórter Edson Araújo, da TV Jornal, os peritos recolheram um lençol, feijão, a galinha do almoço e o colorau usado para temperar. Além disso, os vômitos do gato, que morreu, e de duas pessoas também foram recolhidos.

Segundo o delegado Adyr Almeida, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), os resultado dos exames no material apreendido devem sair em até 30 dias. O delegado disse estar considerando a hipótese de envenenamento, mas só deverá se pronunciar após os exames.

 

 


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada
Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM