Jornal do Commercio
Polícia Federal

Venezuelano preso no Recife tinha camisinhas com cocaína no estômago

Segundo a PF, um venezuelano expeliu 19 preservativos com cocaína líquida de seu estômago após ter sido detido no Aeroporto Internacional dos Guararapes.

Publicado em 26/07/2017, às 22h15

Ao passar pelo exame de raio-x no Aeroporto Internacional do Recife, policiais federais suspeitaram do estrangeiro / Foto: Reprodução/Internet
Ao passar pelo exame de raio-x no Aeroporto Internacional do Recife, policiais federais suspeitaram do estrangeiro
Foto: Reprodução/Internet
JC Online

Preso por suspeita de carregar drogas no estômago, na madrugada desta quarta-feira (26), enquanto passava por revista no Aeroporto Internacional do Recife, um venezuelano, de identidade ainda não revelada, foi conduzido por policiais federais para o Hospital da Restauração (HR), no bairro do Derby, área central do Recife. Na unidade, o estrangeiro passou pelo processo de purgação e foram detectados 19 camisinhas com cocaína líquida em seu organismo.

Segundo a polícia, este tipo de ocultação de entorpecente, usando preservativos, nunca havia sido detectado no Aeroporto dos Guararapes, o qual geralmente é feito por meio da ingestão de cápsulas. Por suspeita de tráfico internacional de drogas, a Polícia Federal colocou o homem sob custódia.



Os detalhes do caso serão repassados à imprensa, em entrevista coletiva prevista para ser realizada na manhã desta quinta-feira (27) na sede da PF, localizada no Cais do Apolo, na área central do Recife.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM