Jornal do Commercio
Agressão

Detento agride companheira em dia de visitação em Itamaracá

Caso aconteceu na Penitenciária Agroindustrial São João (PAISJ). A visitante agredida foi encaminhada para atendimento médico

Publicado em 11/02/2018, às 21h28

O reeducando conduzido à delegacia Delegacia de Itamaracá para que as providências cabíveis sejam tomadas / Foto: Google Street View
O reeducando conduzido à delegacia Delegacia de Itamaracá para que as providências cabíveis sejam tomadas
Foto: Google Street View
JC Online

Um detento agrediu e estrangulou sua companheira que o visitava neste domingo (11) na Penitenciária Agroindustrial São João (PAISJ), em Itamaracá, Região Metropolitana do Recife.

De acordo com a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), o detento Erike Macedo Pereira da Silva, de 22 anos, agrediu e chegou a estrangular sua companheira que lhe fazia companhia no dia de visitação. 

A mulher agredida foi encaminhada para atendimento médico em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Igarassu. O reeducando conduzido à delegacia Delegacia de Itamaracá para que as providências cabíveis sejam tomadas.



O Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) investigará as circunstâncias e a motivação da agressão.

Nota da Seres

A Secretaria Executiva de Ressocialização informa que a Penitenciária Agroindustrial São João (PAISJ) registrou, neste domingo (11/02), uma agressão do detento Erike Macedo Pereira da Silva a sua acompanhante. A visitante foi encaminhada para atendimento médico e o reeducando conduzido à delegacia para providências cabíveis.   





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM