Jornal do Commercio
CRIME

Policial militar é baleada durante assalto na Mata Sul de Pernambuco

A mulher trabalha como PM em Maragogi e foi abordada pelos criminosos perto da Usina Cucaú, em Rio Formoso, quando seguia para casa, em Gameleira

Publicado em 25/03/2018, às 22h34

A PM foi abordada na estrada e baleada por volta das 18h30 deste domingo (25) / Foto: Reprodução/Google Street View
A PM foi abordada na estrada e baleada por volta das 18h30 deste domingo (25)
Foto: Reprodução/Google Street View
JC Online

A policial militar Jaiane Rose Pereira Ribeiro, 26 anos, lotada no 6º Batalhão de Polícia Militar (BPM) em Maragogi, Alagoas, foi baleada durante um assalto nas proximidades da Usina Cucaú, em Rio Formoso, na Mata Sul de Pernambuco, neste domingo (25). A mulher de 26 anos seguia com o marido em direção a Gameleira, também na Mata Sul, onde reside, quando teve o carro interceptado por criminosos em um outro veículo, por volta das 18h30.

De acordo com o 6ºBPM, os assaltantes atiraram contra a vítima porque teriam notado algum indício de que se tratava de uma policial. O marido dela não teria sofrido ferimentos. Em seguida, os suspeitos fugiram levando o carro e o celular da PM. A arma não foi roubada.



A policial foi levada para o Hospital Dom Hélder Câmara, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife. De acordo com a unidade de saúde, ela foi atingida na mão e no tórax. A PM alagoana informou que o quadro clínico é estável.

PM voltava de Maceió quando foi baleada

A mulher e o marido estavam voltando de Maceió, em Alagoas, quando foram abordados pelos suspeitos na Mata Sul de Pernambuco. A policial havia participado de um concurso na cidade. Ainda não há informações sobre a identidade ou a localização dos suspeitos.

 



Comentários

Por Fernando,26/03/2018

O Governo não consegue desarmar a bandidagem e nem nos da segurança, acha que conversa bonita para bandido vai resolver alguma coisa e com isso somos refém da bandidagem, por isso que vários brasileiros estão saindo do Brasil pq ninguém aguenta viver no País aonde a crise moral atinge o País inteiro começando com o nosso STF, por isso que estamos se tornando uma pré Venezuela.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio
Sozinha nasce uma mãe Sozinha nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM