Jornal do Commercio
ACUSADO DE ESTUPRO

Polícia investiga morte de presidiário em Penitenciária de Tacaimbó

O presidiário era acusado de estuprar a filha de 12 anos com a participação de outro homem, que também foi encontrado morto em uma unidade prisional

Publicado em 13/06/2018, às 14h30

Milton Carlos já havia trocado de unidade prisional diversas vezes por receber ameaças / Foto: Reprodução/ TV Jornal Caruaru
Milton Carlos já havia trocado de unidade prisional diversas vezes por receber ameaças
Foto: Reprodução/ TV Jornal Caruaru
JC Online

A Polícia Civil está investigando a morte de um presidiário dentro da Penitenciária de Tacaimbó, no Agreste do Estado, na segunda-feira (11). O corpo de Milton Carlos Delmiro, conhecido como Gago, de 37 anos, foi encontrado enforcado.  

O presidiário era acusado de ter estuprado a filha em 2015, que na época tinha 12 anos, no Sítio Sapucaia, na Zona Rural de Agrestina. Ele teria cometido o crime com a ajuda de outro homem, que também foi preso. Esse segundo acusado foi morto dentro da Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru, também no Agreste, no ano de 2016.  



Milton Carlos foi encontrado morto dentro de sua cela durante uma revista na penitenciária. Ele já havia trocado de unidade prisional diversas vezes por receber ameaças. Ele também já tinha sido espancado por outros presos. A polícia está investigando agora se existe a possibilidade do crime se tratar de suicídio.

 


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM