Jornal do Commercio
REDES SOCIAIS

Amigos homenageiam médico encontrado morto em Aldeia

''Estou com uma dor enorme, que você possa encontrar a paz espiritual'', diz uma das publicações lamentando a morte do cardiologista Denirson

Publicado em 05/07/2018, às 01h15

Publicações homenageando o médico e lamentando sua morte multiplicaram-se nas redes sociais / Foto: Reprodução/Facebook
Publicações homenageando o médico e lamentando sua morte multiplicaram-se nas redes sociais
Foto: Reprodução/Facebook
JC Online

Após o corpo do Denirson Paes, 54 anos, ser encontrado dentro de um poço em Aldeia, Camaragibe, no Grande Recife, nessa quarta-feira (4), publicações homenageando o médico e lamentando sua morte multiplicaram-se nas redes sociais.

Uma das postagens foi feita por uma mulher que se identificou como Auristela Landim no Facebook. “Nunca pensei que partiria dessa forma, somos da mesma cidade. Quando você era adolescente, eu levava recados para sua namorada, estudamos juntos e você se destacava por sua inteligência, depois você veio estudar Medicina no Recife e, por ironia do destino, eu acabei vindo estudar e morar na mesma cidade. O escolhi para ser padrinho de meu filho, por quem você demonstrava muito carinho. Estou com uma dor enorme, que você possa encontrar a paz espiritual. Compartilho essa dor com toda a família campoalegrense.”

Um usuário do Facebook identificado como o médico Flávio Juvenal compartilhou uma história que havia publicado há dois anos, no dia de aniversário de Denirson, para destacar que enxergava o cardiologista como “amigo e irmão”.

“Há cerca de 30 anos, estava vivendo um momento muito difícil. Cursava o segundo período de medicina e não tinha mais como dividir o apartamento com meu irmão. Na faculdade, conversando com um colega de turma, ele prontamente me encaminhou à assistente social, que me falou de uma possível seleção para a Casa do Estudante apenas no semestre seguinte. Saímos de lá desolados e esse cara teve a idéia de me oferecer uma vaga de ‘penetra’ em seu quarto e ainda me arrumaria um café da manhã trazido diariamente do restaurante universitário. Hoje, esse meu amigo se tornou um grande profissional e humanista. Denirson Paes Silva, cardiologista brilhante e dedicado”, escreveu em fevereiro de 2016.

“Meu amigo, obrigada por tudo que o senhor me ensinou. Você se foi, mas deixou a bela lembrança de um amigo excelente que encantava a todos. Vá com Deus”, disse uma usuária do Facebook identificada como Leila Marta.



Entenda o caso

Após passar aproximadamente um mês desaparecido, o médico Denirson Paes da Silva, 54 anos, foi encontrado morto na tarde de ontem, no condomínio de luxo onde morava com a família, localizado no quilômetro 12 da Estrada de Aldeia, em Camaragibe, Região Metropolitana do Recife (RMR). O corpo do cardiologista, que também era advogado, estava dentro de um poço com cerca de 25 metros de profundidade, no terreno da casa dele, e foi retirado do local com o auxílio do Corpo de Bombeiros.

A esposa, que é farmacêutica, e um dos filhos da vítima, de 23 anos, foram levados para a Delegacia de Polícia Civil em Camaragibe e autuados em flagrante por ocultação de cadáver. A Polícia Civil se pronuncia sobre o caso às 15h desta quinta-feira (5).

Informações preliminares apontam que o corpo do médico apresentava sinais de esquartejamento. De acordo com o perito Fernando Benevides, do Instituto de Criminalística (IC), os restos mortais estavam em avançado estado de decomposição.

A delegada Carmem Lúcia Silva Andrade desconfiou do envolvimento da mulher e do filho no desaparecimento de Denirson e solicitou um mandado de busca e apreensão na residência da família após a farmacêutica registrar um boletim de ocorrência sobre o sumiço, no dia 20 de junho. Aos policiais, a esposa alegou que o cardiologista havia viajado para fora do Brasil e não teria retornado. Ele tinha uma viagem marcada para Miami, nos Estados Unidos, no dia 2 de junho.
No fim da noite de ontem, após voltar do condomínio onde a família morava, a delegada afirmou que havia arbitrado uma fiança de R$980 mil para a mulher e o jovem.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM