Jornal do Commercio
ASSASSINATO

Taxista é morto a tiros em Paulista por uma possível dívida a agiota

Ele saía da casa de um amigo, na mesma rua onde mora, quando foi surpreendido por um homem, que já estava o aguardando do lado de fora da casa

Publicado em 11/07/2018, às 13h15

O homem que efetuou o disparo ficou escondido no muro ao lado do portão, esperando o momento em que o taxista aparecesse / Foto: Reprodução/Google Maps
O homem que efetuou o disparo ficou escondido no muro ao lado do portão, esperando o momento em que o taxista aparecesse
Foto: Reprodução/Google Maps
JC Online

Um taxista foi morto a tiros enquanto saía da casa do amigo, no bairro de Maranguape 1, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife. O crime, que chocou os moradores da rua, aconteceu nesta quarta-feira (11).

De acordo com o delegado João Leonardo Cavalcanti, responsável pelo caso, a vítima foi surpreendida por um disparo de arma de fogo assim que saiu no portão que dá acesso à rua. “O taxista mora nesta mesma rua e estava na casa de um amigo conversando. Assim que ele saiu, um dos homens, que  já estava escondido atrás do muro, efetuou o primeiro disparo”, conta Leonardo. O tiro atingiu a região próxima a orelha do rapaz.

Após perceber a presença de uma moradora do local, que presenciou a cena, o suspeito gritou para que ela saísse de perto. Em seguida atirou mais uma vez, atingindo a nuca do rapaz, que segundo a perícia do Instituto de Criminalística (IC), este pode ter sido o tiro fatal.



Investigação

Nas primeiras diligências que foram feitas na Rua 45, onde aconteceu o crime, a equipe de investigação da Polícia Civil apurou com amigos e familiares que o taxista devia dinheiro a um agiota, e esta pode ter sido a motivação do crime.

Conforme familiares contaram ao delegado, a vítima não tinha nenhum envolvimento com o crime, e era querido em todos os lugares, inclusive no local onde fazia ponto de táxi, na Praça Central de Paulista.

Testemunhas relatam que os suspeitos estavam em um carro, de modelo HB 20, de cor branca. Para ajudar nas buscas pelos suspeitos, a polícia usará as imagens de câmeras de seguranças das residências, que podem ter filmado o momento do crime.

 


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada
Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM