Jornal do Commercio
HOMICÍDIO

Idosa é morta com perfurações no pescoço em residencial no Janga

Idosa, de 78 anos, foi encontrada morta após vizinhos sentirem a sua falta. Principal suspeito é um pintor que prestava serviços para ela

Publicado em 12/07/2018, às 09h32

Idosa morava sozinha, há cerca de cinco anos, em residencial no Janga / Foto: Reprodução/Google Street View
Idosa morava sozinha, há cerca de cinco anos, em residencial no Janga
Foto: Reprodução/Google Street View
JC Online

Uma idosa foi encontrada morta dentro de casa na noite dessa quarta-feira (11) no bairro do Janga, em Paulista. Maria José Macário, de 78 anos, foi achada por vizinhos que, ao sentirem a sua falta, arrombaram a sua residência, por volta das 21h30, e acharam o seu corpo no chão do banheiro com duas perfurações no pescoço. 

De acordo com os moradores do Conjunto Beira Mar, localizado na Rua Honorato Fernandes da Paz, onde a idosa morava sozinha há cinco anos, o caso aconteceu após atitudes suspeitas de um pintor, que prestava serviços a vítima há quase uma semana. 

Zezé, como é conhecida, teria solicitado os serviços desse suspeito e entregue a chave de sua casa para que ele. O pintor, teria se comprometido em, assim que terminasse a pintura, devolveria a chave para a idosa em seu bar, que fica localizado na mesma rua. Mas, na última terça-feira (10), o homem não teria aparecido.



A idosa desconfiou e com a ajuda dos vizinhos, arrombou a sua própria casa. Quando entrou, percebeu que o televisor não estava mais na sala e desconfiou que o pintor teria levado. No mesmo dia, Zezé procurou a sogra do suspeito e levantou informações sobre ele, com a promessa de prestar queixa na delegacia.

Nessa quarta, Zezé não teria aberto o seu bar e nem saído de casa, levantando as suspeitas dos vizinhos. Após ser encontrado, o corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) do Recife. A Polícia Civil irá investigar o caso. 


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM