Jornal do Commercio
Brutalidade

Ex-presidiário é morto com cabeça esmagada em Moreno

A vítima, um ex-presidiário, teria se envolvido em discussão com um desconhecido antes de ser assassinada

Publicado em 20/08/2018, às 02h50

Crime aconteceu na na Vila Holandesa em Moreno, Região Metropolitana do Recife (RMR) / Foto: Edson Araújo/TV Jornal
Crime aconteceu na na Vila Holandesa em Moreno, Região Metropolitana do Recife (RMR)
Foto: Edson Araújo/TV Jornal
JC Online
Com informações da TV Jornal

Um ex-presidiário foi assassinado com a cabeça esmagada na noite desse domingo (19), na Vila Holandesa em Moreno, Região Metropolitana do Recife (RMR). A vítima, identificada como Alberes Neves Barbosa, 25 anos, teria se envolvido numa briga com um desconhecido antes de morrer.

De acordo com informações repassadas pela delegada Eliane Caldas, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), 'Derinho', como era conhecido o homem, já havia cumprido pena por tráfico de drogas.



Motivação desconhecida

Alberes, segundo a delegada, teria saído de casa, quando se envolveu em uma briga corporal com um desconhecido, que acertou ele com dois tiros, um na coxa e outro no braço. A vítima ainda tentou fugir, mas foi alcançada pelo criminoso, que bateu, com uma viga de cimento, na cabeça de Alberes, matando ele com a cabeça esmagada. A motivação ainda é desconhecida, bem como a autoria.


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio
Sozinha nasce uma mãe Sozinha nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM