Jornal do Commercio
Agreste de Pernambuco

Foragido é preso após tentar se passar pelo primo em Gravatá

Ele foi preso durante uma fiscalização da Polícia Rodoviária Federal na BR-232

Publicado em 22/08/2018, às 10h59

Na abordagem, os policiais perceberam indícios de maconha no veículo e pediram para que o motorista apresentasse os seus documentos. / Foto: Divulgação/PRF
Na abordagem, os policiais perceberam indícios de maconha no veículo e pediram para que o motorista apresentasse os seus documentos.
Foto: Divulgação/PRF
JC Online

Um foragido da justiça foi preso ao tentar se passar pelo primo nessa terça-feira (21), em Gravatá, no Agreste de Pernambuco. O homem, de 29 anos, é suspeito de homicídio qualificado, tentativa de homicídio e porte ilegal de arma de fogo.  

A prisão foi realizada durante uma fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no KM 71 da BR-232. Na abordagem, os policiais perceberam indícios de maconha no veículo e pediram para que o motorista apresentasse os seus documentos. Ele não possuía a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e entregou um documento falsificado. 



Após ser pressionado, o homem informou o nome verdadeiro aos policiais. Foram encontrados três mandados de prisão em aberto contra ele, que assumiu em seguida, ter utilizado os dados de um primo. Ele também confessou ter usado a droga enquanto dirigia.

Sistema prisional  

O acusado foi conduzido para à Delegacia de Polícia Civil de Vitória de Santo Antão, também no Agreste pernambucano. Ele será encaminhado para o sistema prisional.   





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.
Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM