Jornal do Commercio
ACIDENTE

PM tenta prender agressor e acaba atirando em própria mão no Agreste

O policial acabou atirando na própria perna após o suspeito não obedecer a ordem do efetivo

Publicado em 14/09/2018, às 14h15

A mulher foi agredida pelo suspeito na noite dessa quinta-feira / Foto: Reprodução/ Google Street View
A mulher foi agredida pelo suspeito na noite dessa quinta-feira
Foto: Reprodução/ Google Street View
JC Online
Atualizada às 17h54

Um policial militar atirou acidentalmente em si mesmo em Agrestina, no Agreste de Pernambuco. Segundo a Polícia Militar, a polícia foi acionada por uma mulher que foi agredida pelo companheiro na Rua João de Deus. O suspeito não teria respeitado a ordem policial e tentou atropelar o efetivo, que acabou atirando na própria mão.

A mulher foi agredida e sofreu uma tentativa de atropelamento pelo companheiro José Amaro de Souza, de 36 anos, na noite dessa quinta-feira (13). Os policiais deram voz de prisão ao suspeito quando o infrator jogou o veículo em cima do policiamento.



Tiro acidental

Um dos policiais foi atingido pelo carro quando o PM acabou atirando o gatilho na própria mão acidentalmente. O policial foi encaminhado para o Hospital Regional do Agreste, em Caruaru, e, depois, foi transferido para o Hospital da Unimed com quadro de saúde estável.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, o suspeito foi detido por lesão corporal de natureza grave, sendo encaminhado para Delegacia de Bezerros.





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.
Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM