Jornal do Commercio
AUTUADO

Polícia prende suspeito de roubar e fazer idoso refém no Ibura

Manoel Messias aparece nas imagens acompanhado de outro rapaz, usando de violência contra a vítima

Publicado em 14/09/2018, às 13h23

O comparsa ainda segue sendo procurado pela polícia / Foto: Reprodução/Vídeo
O comparsa ainda segue sendo procurado pela polícia
Foto: Reprodução/Vídeo
JC Online

A equipe de investigação da Polícia Civil conseguiu localizar e prender um homem suspeito de roubar um carro e fazer um idoso de refém. O rapaz, identificado como Manoel Messias Lopes de Sousa, de 28 anos, foi autuado, na manhã desta sexta-feira (14), no bairro do Ibura, na Zona Sul do Recife.

Ele estava escondido na casa da irmã, quando foi encontrado pelos policiais. "Depois de ver a foto dele sendo divulgada, ele tentou fugir sabendo que iria ser preso a qualquer momento", conta o delegado Igor Leite, responsável pelas investigações.

Além do crime de roubo, Manoel também responderá pelo crime de tráfico de drogas. Com ele foram apreendidas uma porção de maconha, 27 big bigs da mesma droga prontos para a venda, 12 pedras de crack e material para embalo da droga.

Assalto com refém

O crime aconteceu na última terça-feira (11), por volta das 16h, no município de Moreno, na Região Metropolitana do Recife, quando o idoso, de 70 anos, estava em frente à sua casa e foi abordado por Manoel Messias e outro comparsa. Câmeras de segurança da rua filmaram o momento da investida. As imagens ajudaram a polícia a identificar os suspeitos envolvidos na ação. 

O idoso estava na calçada quanto foi rendido por dois homens, um deles armados. A dupla entra na residência e pega a chave do carro da vítima, que está estacionado na rua. Os suspeitos fogem no veículo levando o idoso de refém.



Segundo informações de vizinhos, o aposentado foi liberado no início da noite do mesmo dia da abordagem, próximo da entrada de Vila Rica, Jaboatão dos Guararapes. Já o veículo foi abandonado no Curado I, na Zona Oeste do Recife.

"Ele agiu com extrema violência com a vítima, puxando a camisa e batendo no rosto do senhor, que ainda está traumatizado com tudo que aconteceu", conta o delegado.

"Não mostrou arrependimento"

Em depoimento, Manoel contou à polícia que foi convidado pelo comparsa para praticar o assalto, e teria escolhido o idoso aleatoriamente. "O objetivo era levar o veículo para fazer o desmanche. A suspeita é que eles façam parte de uma quadrilha especializada neste tipo de crime", comenta o delegado.

Igor Leite ainda conta que o rapaz "agiu com frieza e não mostrou arrependimento". Manoel ainda relatou que levou a vítima para fazer de escudo humano caso a polícia aparecesse e houvesse troca de tiros. Apesar das constantes ameaças de morte, o idoso sobreviveu à investida. O senhor está sendo acompanhado por psicólogos por estar traumatizado com o que aconteceu e ainda não conseguiu prestar depoimento à polícia para detalhar os fatos. 

O rapaz foi autuado por uso de arma de fogo, concurso de pessoas e com refém, e por roubo majorado.

A equipe de investigação agora segue na tentativa de localizar o outro homem que aparece nas imagens, agindo juntamente com Manoel.



Comentários

Por Sávio,14/09/2018

Vocês abem quem os direitos humanos iriam defender os marginais e o idoso que se lasque. Ainda bem quando Bolsó entrar irar acabar com direitos de nada

Por Edna Nunes,14/09/2018

Uma escória desta tem que ser banido em definitivo da sociedade, mas, vem a audiência de custódia vermelha "socialista" e....

Por samuel ,14/09/2018

com certeza vai passar um tempinho na cadeia, e nossa justiça de FDP vai colocar em liberdade rápido, o idoso que se cuide e mude de local onde mora. É BRASIL.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM