Jornal do Commercio
CRIME

Itapissuma: polícia detalha captura de foragido do sistema carcerário

Em coletiva na manhã desta terça-feira (25), a Polícia Civil deu detalhes da prisão de Antonio Francisco dos Santos, 47 anos, o ‘Toinho da 12’

Publicado em 25/09/2018, às 13h02

Suspeita guardava armamento pesado / Foto: Divulgação / PCPE
Suspeita guardava armamento pesado
Foto: Divulgação / PCPE
JC Online

A Polícia Civil detalhou na manhã desta terça-feira (25) a prisão de Antonio Francisco dos Santos, 47 anos, o ‘Toinho da 12’. O acusado foi capturado na manhã da segunda-feira (24), em Itapissuma, no Grande Recife. Com ele, os policiais encontraram um verdadeiro arsenal que, segundo as investigações, seria usado para a tomada de uma boca de fumo localizada na comunidade do Fosfato, em Abreu e Lima, também no Grande Recife.

Segundo o delegado Diogo Melo Victor, à frente do inquérito, Antonio Francisco estava reunindo aliados para realizar o ataque. Ele, que é oriundo de Abreu e Lima, estariam em Itapissuma se preparando para voltar ao território de origem. A prisão foi realizada na casa dele.

O acusado, que estava foragido do sistema prisional desde agosto de 2017, quando rompeu sua tornozeleira eletrônica, tem uma longa ficha criminal. Ao todo, ele tem uma pena para cumprir de 47 anos de prisão.



Longa ficha criminal

De acordo com delegado, Antonio Francisco tem envolvimento conhecido no mundo do crime desde 1995. O acusado tem ligações com o tráfico de drogas e formação de quadrilha. Na segunda-feira (24), na ocasião de sua prisão, a polícia apreendeu na casa onde ele estava uma submetralhadora, uma espingarda calibre 12, uma escopeta do mesmo calibre, uma pistola Beretta 9mm e dois revólveres calibre 38, os dois roubados de uma empresa de segurança. Munições dos calibres .40, 12 e 9mm também foram encontradas.

O suspeito também tinha em seu poder quatro algemas, quatro balaclavas - conhecidas como ‘toucas ninja’ - e dois porta-cédulas com brasão da Polícia Militar. Há indícios de que o armamento também poderia ser usado para ações criminosas contra instituições bancárias. O acusado também teria envolvimento com grupos que explodem agências de banco.

Segundo a polícia, a prisão de Antonio Francisco foi feita para evitar possíveis homicídios que ele estava disposto a cometer para retomar o controle do tráfico de drogas em sua localidade de origem. ‘Toinho da 12’ foi autuado pelos crimes de ocultação e posse de arma de uso restrito. Ele foi levado para audiência de custódia no polo de Olinda.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.
Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM