Jornal do Commercio
Operação Cavalo de Tróia

Onze suspeitos de ação contra banco em PE morrem em confronto com a polícia em Alagoas

O grupo suspeito de explodir banco em Águas Belas, nesta quinta-feira (8), morreu em uma troca de tiros com a polícia alagoana em Santana do Ipanema

Publicado em 08/11/2018, às 21h26

Não há registros de feridos, presos ou foragidos / Foto: Reprodução/Facebook
Não há registros de feridos, presos ou foragidos
Foto: Reprodução/Facebook
JC Online

Um grupo suspeito de explodir uma agência bancária em Águas Belas, no Agreste de Pernambuco, na madrugada desta quinta-feira (8), morreu em confronto com a polícia de Alagoas, estado vizinho, durante a tarde. De acordo com a Polícia Civil, 11 homens morreram. Não há registros de feridos, presos ou foragidos.

Segundo o delegado Fábio Costa, diretor da Divisão Especial de Investigações e Capturas (Deic) e um dos coordenadores da Operação Cavalo de Tróia, alguns dos integrantes do grupo criminoso já estavam sendo investigados no estado. “Houve um assalto em Águas Belas e estávamos no encalço de alguns deles. Acabamos encontrando a residência onde estavam escondidos”.

Onze mortos

A casa em que a quadrilha se escondia está localizada no povoado Areia Branca, em Santana do Ipanema, sertão alagoano, a cerca de 35 quilômetros de Águas Belas. De acordo com delegado, cerca de 30 agentes, contando com o apoio do agrupamento aéreo em um helicóptero, montaram um cerco no local. “Quando nós demos voz de prisão para que eles saíssem da casa, eles começaram a disparar”, explicou. Na troca de tiros, não houve policiais feridos e nenhuma viatura foi atingida. 

“É um milagre estarmos vivos. A troca de tiros foi intensa”, acrescentou o policial.

Ao todo, 11 suspeitos morreram no confronto. Até o momento da publicação desta matéria, as identidades dos mortos não tinham sido reveladas. “É um grupo que tinha explosivistas dos mais perigosos do Nordeste, que atuaram em diversos estados. Muitos deles eram conhecidos”, disse o delegado Fábio Costa.



Apreensões

Armas, incluindo fuzis, escopetas calibre 12 e pistolas, foram apreendidas no local. Os policiais também encontraram explosivos, dinheiro, e a caminhonete utilizada na ação em Águas Belas.

Os detalhes sobre a ocorrência serão repassados em uma coletiva de imprensa nesta sexta-feira (9).


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

Leia a nota da Polícia Civil de Alagoas:

Na tarde de hoje, dia 08/11, uma operação deflagrada pela DEIC culminou no confronto de onze criminosos que cometeram o assalto ao banco Bradesco de Águas Belas, Pernambuco, nesta madrugada. A ação ocorreu na área rural de Santana do Ipanema e onze suspeitos foram atingidos por disparos, os quais foram socorridos ao hospital da região, mas entrarem em óbito. Armas, explosivos, dinheiro, e a caminhonete utilizada no assalto foram apreendidos. A ação foi coordenada pelos delegados Fábio Costa, Cayo Rodrigues e Thiago Prado e contou com o apoio do Grupamento Aéreo. Amanhã terá uma coletiva em hora e local a ser definido pela SSP.

A ação em Águas Belas

Uma agência bancária foi explodida na madrugada desta quinta-feira (8), na cidade de Águas Belas. O alvo dos criminosos foi o Bradesco, localizado na Rua Manoel Borba, no Centro do município. De acordo com a Polícia Militar (PM), os suspeitos roubaram um veículo modelo S-10 no próprio município e levaram os ocupantes como reféns. Outros três veículos também foram utilizados na investida. Houve troca de tiros entre os criminosos e a PM. Os suspeitos fugiram pela BR-423, sentido Alagoas. Eles espalharam grampos pela estrada para dificultar a ação dos policiais



Comentários

Por Tião Oliveira,11/11/2018

Parabéns a todos que fizeram parte dessa operação policial, bandido não alisa o cidadão de bem e porque a policia tem que alisar bandido. mais uma vez parabenizo a todos pelo trabalho realizado.

Por Marcelo,10/11/2018

Dona Maria, desigualdade social cria muita coisa ruim, concordo. Mas eu vim da desigualdade e nunca roubei nem bala na padaria. Dos 11 algum era filho seu? Só assim para não ficar feliz com essa noticia.

Por Otavio,10/11/2018

Pois é Maria. Não impede de aparecerem mais bandidos, mas, esses não assaltam mais!!! Tenha certeza de uma coisa: Se vc estiver no caminho deles, não hesitarão em promover seu encontro com o criador!!!!

Por atento,10/11/2018

de onde vieram as armas que os bandidos usavam? eles tinham cumplices? como esquematizavam os ataques? alguém dava dicas a eles? essas perguntas foram respondidas ?

Por Maria,09/11/2018

DÁ-ME UM TÉDIO COMENTÁRIOS DO SENSO COMUM!! O TIPO DE COMENTÁRIO QUE OS QUE REALMENTE MANDAM NO PODER ADORAM. O POVO ADORANDO QUE MATEM O POVO! UMA PERGUNTA, JÁ QUE VOCES ADORAM QUANDO MORRE GENTE! O BOM É QUE MATANDO, NÃO SURGEM NOVOS BANDIDOS, NÉ? SINTO MUITO EM DIZER, ENQUANTO NÃO ACABAR COM A DESIGUALDADE SOCIAL GRITANTE NESSE PAÍS, SERÁ COMO NA MÚSICA DE RAUL SEIXAS: "PORQUE CÊ MATA UMA E VEM OUTRA EM MEU LUGAR, EU SOU A MOSCA..."



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM