Jornal do Commercio
CRIME

Polícia desarticula grupo especializado em tráfico, roubos e homicídios em Boa Viagem

De acordo com o chefe da Polícia Civil, Joselito Amaral, quadrilha atuava em diversas atividades criminosas

Publicado em 06/12/2018, às 12h58

Prisões foram realizadas na manhã desta quinta-feira (6) / Foto: Reprodução de vídeo / Polícia Civil
Prisões foram realizadas na manhã desta quinta-feira (6)
Foto: Reprodução de vídeo / Polícia Civil
JC Online

Na manhã desta quinta-feira (6), a Polícia Civil apresentou os resultados a Operação Fishing II, que teve por objetivo desarticular uma quadrilha que praticava diversas atividades criminosas em Boa Viagem, Zona Sul do Recife. Segundo o delegado Joselito Amaral, chefe da corporação, foram cumpridos seis mandados de prisão contra suspeitos que estavam foragidos e dois contra homens que já haviam sido presos no decorrer das investigações. Outras três pessoas também foram presas, em flagrante, no curso do trabalho policial.

“A organização atuava na Zona Sul do Recife, em uma ação da polícia contra o grupo foram apreendidos 12 Kg de pasta base de cocaína, que seriam distribuídos no bairro de Boa Viagem”, afirmou Amaral. O grupo também seria responsável por um assalto a um grande magazine no Recife. “Nós conseguimos com a quadrilha recuperar 36 celulares que foram roubados nessa ação”, explicou o delegado.



Segundo a polícia, o grupo também é suspeito de estar envolvido em homicídios. “Há pelo menos três assassinatos que as investigações conseguiram ligar a essa quadrilha”, relatou Amaral. Apesar de atuarem na Zona Sul, os integrantes do grupo não residiam na área. “Eles moravam em Recife e em Olinda, e entraram em conflito com outras quadrilhas que atuavam na Zona Sul, o que desencadeou os homicídios”, afirmou o investigador.

Liderança

Um homem, apontado como líder da quadrilha, foi preso na manhã desta quinta. “Conseguimos prender o Renato na manhã de hoje, no cumprimento dos mandados de prisão”, relatou Joselito Amaral. Com as conclusões do inquérito, os presos vão ficar à disposição da Justiça.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio
Sozinha nasce uma mãe Sozinha nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM