Jornal do Commercio
Violência

Corpo de menina sequestrada foi encontrado pelo pai em Ribeirão

''Foi uma situação muito dolorosa'', disse o pai de Maria Irlaine, que havia sido levada pelo padrasto, na segunda-feira (11)

Publicado em 16/12/2018, às 11h12

O pai da vítima esteve no IML neste domingo (15) / Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
O pai da vítima esteve no IML neste domingo (15)
Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem
JC Online
Com informações da TV Jornal

Atualizada às 13h02

O pai de Maria Irlaine Dantas da Silva, de 10 anos, que havia sido sequestrada pelo padrasto na segunda-feira (11), no Cabo de Santo Agostinho, Grande Recife, informou que foi ele quem encontrou o corpo da menina, nesse sábado (15), em Ribeirão, na Zona da Mata Sul do Estado. De acordo com o pai, o pedreiro João Pereira, o corpo da criança não estava enterrado, mas apenas coberto por folhas e próximo ao local onde o corpo padrasto foi achado, na semana passada. 

"Antes de ontem fomos eu e meu co-cunhado fazer uma busca de motocicleta. Procuramos muito, mas não encontramos. Se eu tivesse ido mais para baixo nesse dia eu teria encontrado. Já muito cansados, fomos embora. Ontem eu aluguei um carro e juntei uma equipe de moradores, desconhecidos. Liguei para Ribeirão e o povo da Vila Bandeirantes deu uma grande força para a gente, umas 15 pessoas. Aí enchemos uma boia e uma turma saiu por dentro do rio. Outros foram por um lado e outros por outro lado. Fomos descendo de onde ele [o padrasto] se enforcou para baixo, uns 550 metros, e encontramos o corpo dela debaixo de uma moita, coberto. Foi uma situação muito dolorosa mesmo, triste, um crime muito bárbaro", relatou João.

"Foi a gente que se reuniu e correu atrás. Se a gente não corre atrás eu acho que ela ia se acabar ali mesmo e iam achar só os ossos. Ela era uma bênção de Deus. A pessoa não sabe nem explicar de tão boa que ela era", continuou. 

O reconhecimento do corpo está sendo feito no Instituto de Medicina Legal (IML), em Santo Amaro, área central do Recife. “Familiares identificaram uma pintura que a criança fez na unha de um dos pés, com o desenho de uma borboleta, o que facilitou a identificação”, explicou o delegado Mamedes Xavier da delegacia do Cabo de Santo Agostinho. 

João Pereira foi casado com a mãe da menina durante 16 anos. Os dois estavam separados há dois anos, quando a mãe da criança começou a se relacionar com José Carlos da Silva, de 41 anos. Ainda de acordo com João, o padrasto não queria que ele convivesse com a filha e a última vez que viu a menina foi há cerca de seis meses. 

O delegado informou ainda que não foi confirmado como ocorreu a morte da criança e nem se houve algum tipo de violência sexual. Exames que serão feitos até a próxima semana vão apontar a causa da morte. Segundo o ex-prefeito de Barra de Guabiraba Alberto George, um exame de DNA da menina e um exame sexológico foram solicitados pelo delegado de Ribeirão.



O caso

A menina foi levada pelo padrasto na última segunda-feira (10), no bairro da Charnequinha, no Cabo de Santo Agostinho, Grande Recife. De acordo com o delegado Mamedes Xavier, titular da delegacia da cidade, Maria Irlaine Dantas da Silva teria sido sequestrada por José Carlos da Silva, 41 anos, após a mãe dela, Iraneide de Lourdes Dantas de Oliveira, decidir se separar dele. José foi encontrado morto na manhã desta quinta-feira (13), pendurado em uma ponte na BR-101, em Ribeirão, Mata Sul de Pernambuco.

“Ele não aceitou o fim do relacionamento e tinha o ultimato de sair de casa na segunda, por isso sequestrou a enteada”, explicou o delegado.

Segundo as informações, o padrasto havia dito que levaria a menina em uma padaria e não voltou mais. "Ele não ameaçou nem fez menção de que seria violento com a criança", disse Xavier.

O delegado passou a manhã dessa quinta no município de Ribeirão, onde foram realizadas buscas pela criança. A mãe da menina acompanhou o trabalho.

Ainda segundo a polícia, José Carlos tem dois filhos no município, onde mora uma ex-mulher dele. “Durante a semana, ele entrou em contato com uma filha, dizendo que estava com a menina”, contou o delegado. José foi encontrado morto na manhã desta quinta-feira (13), pendurado em uma ponte na BR-101, em Ribeirão, Mata Sul de Pernambuco.

 

Palavras-chave




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM