Jornal do Commercio
TRANQUILIDADE NO CAOS

Após noite de fuga, Barreto Campelo amanhece sem grandes movimentações

Apesar do caos enfrentado na noite anterior, onde um PM foi morto durante a ação de fuga, que teve troca de tiros por quase duas horas, a unidade nesta manhã aparentava clima de total calmaria

Publicado em 14/02/2019, às 11h09

A  Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) ainda não divulgou a quantidade de fugitivos / Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
A Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) ainda não divulgou a quantidade de fugitivos
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
JC Online
Com informações de Felipe Vieira

Após noite de intensa troca de tiros que duraram quase duas horas, resultou na morte de um policial militar e na fuga de grupo de detentos, a Penitenciária Professor Barreto Campelo, em Itamaracá, no Grande Recife, amanheceu, nesta quinta-feira (14), em clima de total tranquilidade sem qualquer movimentação atípica de policiais ou peritos.

Equipes da TV Jornal e Jornal do Commercio estiveram nesta manhã no local e registraram a calmaria após o trágico evento da noite anterior. Apesar do ambiente “limpo”, sem viaturas, as hipóteses sobre a fuga causam burburinho. Segundo apurado pela reportagem do JC, a ação tem características de fuga encomendada. Um grupo armado se concentrou em frente à unidade de segurança máxima, e iniciou a troca de tiro com os agentes.

A ação esquematizada teria sido para distração dos agentes, enquanto os presos fugiam pelo muro de trás do presídio. para enfrentar os paredões de cerca de 5 metros de altura, os fugitivos teriam usado escadas e cordas para sair da prisão.


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

A hipótese mais forte é de que, do lado de fora, a aproximadamente 200 metros, por onde passa um braço da maré, barcos estivessem os aguardando.



Entre os fugitivos estaria José Maria Rosendo, responsável por encomendar a morte do promotor de Itaíba, Thiago Faria. O crime, que aconteceu em 2013, foi motivado por uma disputa de terras de uma fazenda, segundo informações da Polícia Federal.

A  Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) ainda não divulgou a quantidade de fugitivos. A previsão é de que seja feita, nesta manhã, uma contagem dos detentos, para assim identificar os fugados.

PM morto

Um policial militar morreu após ser baleado durante a ação de fuga na Penitenciária Professor Barreto Campelo, em Itamaracá, no Grande Recife, na noite dessa quarta-feira (13). Atingido na cabeça, o sargento Rinaldo Azevedo Campelo, 49 anos, chegou a ser levado para o Hospital e Maternidade Alzira Figueiredo de Andrade Oliveira, no bairro Pilar.

O 26º Batalhão da Polícia Militar (BPM) foi acionado às 21h09. Por volta das 22h40, tiros ainda eram ouvidos nas proximidades da unidade prisional e um helicóptero sobrevoava a área.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM