Jornal do Commercio
Grande Recife

Pai e filho são presos suspeitos de tráfico de drogas em Itapissuma

Na ação estão sendo cumpridos oito mandados de prisão e cinco de busca e apreensão

Publicado em 28/03/2019, às 07h56

A operação 'Buscada' contou com a atuação de 45 policiais, entre delegados, agentes e escrivães / Foto: Reprodução
A operação 'Buscada' contou com a atuação de 45 policiais, entre delegados, agentes e escrivães
Foto: Reprodução
JC Online

Na manhã desta quinta-feira (28), pai e filho foram presos pela Polícia Civil suspeitos de tráfico de drogas em Itapissuma, no Grande Recife. Os homens foram detidos na 28ª Operação de Repressão Qualificada de 2019. Denominada "Buscada", a ação, ligada à Diretoria Integrada Metropolitana (DIM), contou com a atuação de 45 policiais, entre delegados, agentes e escrivães.

Na ação foram cumpridos oito mandados de prisão e cinco de busca e apreensão, expedidos pela Vara Única da Comarca de Itapissuma.

Segundo o diretor da DIM, o delegado Ivaldo Pereira, as investigações que deram origem à operação policial começaram em setembro de 2018. A "Buscada" prendeu integrantes de uma organização criminosa responsável pelos crimes tráfico de drogas e associação para o tráfico, entre eles três detentos do sistema penitenciário. De acordo com Ivaldo Pereira, um presidiário era o líder da organização. "O comando era executado por um detendo de dentro do sistema penitenciário, no presídio de Igarassu", afirmou Ivaldo.



O delegado disse ainda que, no momento da prisão do pai e filho, os homens informaram que enterravam as drogas para dificultar que fossem achadas. "Eles enterravam o material, por isso, as equipes foram ao local com cães farejadores para encontrar os entorpecentes", falou.

Homicídios

De acordo com Ivaldo Pereira, além do tráfico de drogas, a organização criminosa também cometia homicídios por conta de dívidas. O delegado explicou que, apesar das investigações dos assassinatos serem de responsabilidade do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), a operação "Buscada" conseguiu identificar um homem suspeito de executar as vítimas em nome do grupo criminoso, além de impedir uma nova morte. "Durante as investigações, nós conseguimos evitar um homicídio, que tem relação com a dívida no tráfico de drogas", afirmou.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.
Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM