Jornal do Commercio
Notícia
TESTEMUNHA

Para funcionário, empresário não errou ao reagir a assalto na Estrada de Aldeia

O piloto de helicóptero que levou Mário Gouveia, 79 anos, para um hospital acredita que o patrão teria escapado caso tivesse enfrentado uma quantidade menor de criminosos

Publicado em 23/04/2019, às 19h51

O crime, na Estrada de Aldeia, ocorreu por volta das 2h30 desta terça-feira (23) / Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
O crime, na Estrada de Aldeia, ocorreu por volta das 2h30 desta terça-feira (23)
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
JC Online
Com informações da TV Jornal

Atualizada às 21h45

O piloto de helicóptero que tentou salvar a vida do empresário baleado na Estrada de Aldeia, na madrugada desta terça-feira (23), afirmou em entrevista à TV Jornal que o patrão não errou ao reagir ao assalto. Segundo ele, Mário Gouveia, 79 anos, proprietário do Parque Águas Finas, poderia ter escapado caso tivesse enfrentado uma quantidade menor de criminosos.

"O erro de seu Mário não foi reagir, não. O erro foi não saber quantas pessoas estavam lá. Ele ainda ficou uns dez minutos trocando tiros com os bandidos. Acho que se fossem poucos, ele sairia vivo dessa", explicou o piloto Rodrigo Nogueira.

Oficialmente, a polícia não confirmou a morte de nenhum dos bandidos da investida, apesar de um dos veículos achados estar com uma suposta mancha de sangue em um dos bancos.

Antes de invadir a casa do idoso, o grupo armado foi até a casa do piloto, nas proximidades. Em seguida, ele, a noiva e um segurança foram levados para a residência do empresário. "Seu Mário, a princípio, ficou quieto, não abriu a porta, não esboçou reação alguma, mas aí eles forçaram a porta, deram a volta na casa, aí ele reagiu. Acho que ele não imaginava quantas pessoas estavam lá", relatou.



Dinheiro e armas

Para Rodrigo, o interesse inicial dos criminosos era somente o dinheiro que estava guardado na casa. "Eles não foram atrás de arma não, só queriam dinheiro. Só que viram as armas", disse. Além de um cofre, o grupo fugiu levando aproximadamente nove armas.

Logo após a ação, o piloto levou o empresário em um helicóptero para uma unidade de saúde na área central do Recife, mas ele não resistiu. 

Sepultamento

O  empresário Mário Gouveia foi sepultado em Paulista, no final da tarde. O enterro, no Cemitério Morada da Paz, ocorreu por volta das 17h50. Por decisão da família, a imprensa não acompanhou a cerimônia.

 



OFERTAS

Especiais JC

Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.
Mãe Guerreira Mãe Guerreira
Junto com uma criança, nasce sempre uma mãe, que enfrenta inúmeros desafios para educar, acolher e dar o melhor aos filhos. Por isso, todas elas carregam em si a força e a coragem de verdadeiras guerreiras.
JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM