Jornal do Commercio
Notícia
ÁGUAS FINAS

Após morte de empresário, futuro de parque aquático em Aldeia é incerto

''São três dias de luto e depois disso que (os filhos do empresário) vão resolver se vão abrir o parque ou se vão deixar fechado'', disse um dos empregados do parque

Publicado em 24/04/2019, às 10h52

Na manhã desta quarta (24), poucos funcionários haviam ido ao estabelecimento, que decretou luto por três dias / Foto: Reprodução/Redes sociais
Na manhã desta quarta (24), poucos funcionários haviam ido ao estabelecimento, que decretou luto por três dias
Foto: Reprodução/Redes sociais
JC Online

Após a morte do empresário Mário Cavalcanti Gouveia Junior, 79 anos, na madrugada dessa terça-feira (23), o parque aquático Águas Finas, do qual ele era dono, não abriu as portas nesta quarta-feira (24) depois de muito tempo sem fechá-las. Na manhã desta quarta, poucos funcionários haviam ido ao estabelecimento, que decretou luto por três dias.  “São três dias de luto e depois disso que (os filhos do empresário) vão resolver se vão abrir o parque ou se vão deixar fechado”, disse um dos empregados do parque.

No local, o clima de tristeza tomou conta de familiares, amigos e funcionários do empresário. “Ele era uma pessoa muito boa. Foi uma tragédia o que aconteceu aqui ontem (terça, 23)”, disse o funcionário.

Segundo a Polícia Civil, Mário Cavalcanti teria reagido a uma investida criminosa e trocado tiros com bandidos que tentavam roubar uma coleção de armas guardada por ele em sua casa, que também fica no parque, no quilômetro 17 da Estrada de Aldeia, em Paudalho, Zona da Mata de Pernambuco. Na ação, Mário acabou baleado, foi levado a um hospital particular do Recife, mas não resistiu aos ferimentos.



Perícia

A casa do empresário e o entorno do Parque Águas Finas foram vistoriados por equipes do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) e do Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri). Helicópteros da Secretaria de Defesa Social (SDS) também sobrevoaram o local, onde o empresário foi morto na madrugada dessa terça-feira (23). A polícia encontrou cápsulas de fuzis dentro e fora da casa, na rua e perto da bilheteria do parque aquático. As imagens das câmeras de segurança do local devem ajudar nas investigações.

Carros encontrados

Dois veículos que podem ter sido utilizados na ação foram encontrados nessa terça. Um dos carros foi achado no bairro do Cordeiro, Zona Oeste do Recife, com manchas de sangue no banco do motorista e sinais de que os criminoso tentaram incendiar o automóvel. No começo da tarde da terça, o outro veículo foi encontrado em uma área rural do distrito de Guadalajara, em Paudalho. Com placa do Recife, o carro estava completamente carbonizado.

Sepultamento

Mário Cavalcanti foi sepultado no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, no Grande Recife, no final da tarde dessa terça-feira (23).



OFERTAS

Especiais JC

Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.
Mãe Guerreira Mãe Guerreira
Junto com uma criança, nasce sempre uma mãe, que enfrenta inúmeros desafios para educar, acolher e dar o melhor aos filhos. Por isso, todas elas carregam em si a força e a coragem de verdadeiras guerreiras.
JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM