Jornal do Commercio
Notícia
Prisão

Casal de agiotas é preso em flagrante pela polícia, no Recife

Os suspeitos estavam cobrando um valor de mais de R$ 100 mil por um empréstimo contraído pela vítima

Publicado em 12/06/2019, às 13h18

O delegado Ramóm Teixeira informou que os valores cobrados pelo casal eram abusivos, muito além do concedido à vítima / Foto: Divulgação/Polícia
O delegado Ramóm Teixeira informou que os valores cobrados pelo casal eram abusivos, muito além do concedido à vítima
Foto: Divulgação/Polícia
JC Online

Um casal foi autuado e preso em flagrante por crime de agiotagem e extorsão, no dia 7 de junho, no Recife. O homem e a mulher, identificados como Magnun Christiam Ferreira Gomes e Jaciane Ferreira de Assunção, foram detidos após denúncia de uma vítima, que deu queixa na Polícia Civil relatando estar sofrendo ameaça de morte. De acordo com a Polícia, em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (12), os suspeitos estavam cobrando um valor de mais de R$ 100 mil por um empréstimo contraído pela vítima.

Segundo o delegado Ramon Teixeira, da unidade Seccional de Apipucos, Zona Norte do Recife, a vítima procurou a delegacia com medo de ser morto. "Ele procurou a polícia em momento de desespero, diante das ameaçadoras mensagens e ligações que vinha recebendo, a título de cobrança dos valores emprestados pelo casal", informou o delegado.

Ainda de acordo com o delegado, após várias ameaças de morte, o casal propôs um encontro com a vítima para negociar o valor. Foi quando a pessoa decidiu procurar a polícia temendo que na ocasião ocorresse um atentado contra sua vida. "Acreditando nisso e, vislumbrando uma situação flagrancial, nós destacamos uma equipe e realizamos a prisão de ambos", informou delegado.

Valores abusivos

O delegado Ramóm Teixeira informou que os valores cobrados pelo casal eram abusivos, muito além do concedido à vítima. "Os valores cobrados seriam superiores a R$ 100 mil. Eles, na verdade, não corresponderiam não só ao valor emprestado, que seria algo próximo de R$ 6 mil, mas também de valores interligados a terceiros", explicou.



Segundo Teixeira, o ato de cobrar juros muito acima dos valores de mercado se configura contra economia popular. Além disso, o casal foi atuado pelas ameaças de morte e extorsão.

Outras possíveis vítimas

Com a prisão dos suspeitos, o delegado acredita que outras possíveis vítimas possam procurar a polícia. De acordo com Ramóm, foram encontrados dois cadernos com nomes de pessoas que seriam também extorquidos pelo casal.

O delegado também alertou para o perigo de pegar dinheiro emprestado com agiotas. Com a ameaça de morte, a maioria das vítimas acaba tomando medidas desesperadas para conseguir pagar. Acabam contraindo mais empréstimos. É uma sinuca de bico", definiu o delegado.


Palavras-chave




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.
Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM