Jornal do Commercio
Notícia
POSSE

Economia, turismo, e ordem social; veja como foi discurso de nova chefe da PF em Pernambuco

A delegada Carla Patrícia Cintra assumiu o comando da Polícia Federal no Estado nesta sexta (13), após ser nomeada pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro

Publicado em 13/12/2019, às 12h25

Carla Patricia é a primeira mulher a assumir o comando da PF em Pernambuco / Foto: Filipe Jordão/JC Imagem
Carla Patricia é a primeira mulher a assumir o comando da PF em Pernambuco
Foto: Filipe Jordão/JC Imagem
JC Online

Empossada na manhã desta sexta-feira (13) como nova superintendente da Polícia Federal (PF) em Pernambuco, a delegada Carla Patrícia Cintra afirmou em seu discurso que a segurança pública tem um papel que vai além da manutenção da ordem e da paz na sociedade. Segundo ela, a área é importante para a economia do Brasil.

"A segurança pública, para além da manutenção da paz e ordem sociais, tem relação direta com todos os aspectos do progresso de uma sociedade e é fator extremamente relevante para o desenvolvimento da economia nacional", falou a delegada.

Para Carla Patrícia Cintra, a atuação de profissionais de segurança no controle ambiental auxilia no fortalece o agronegócio, importante setor da economia brasileira. "A eficácia da segurança publica previne o desmatamento, as queimadas, a poluição e, em ultima analise, mantem o equilíbrio ambiental para impedir indesejadas mudanças climáticas que pode afetar a produção agrícola do Brasil e, em decorrência, atingir a nossa balança comercial", pontuou.




Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

A nova superintendente da PF falou ainda que o turismo pode ser fortalecido se a segurança pública também for. "Ser percebido como destino seguro é tarefa complexa, mas relevante. Não à toa, os maiores destinos turísticos do mundo, atentos a isso, estruturam seu serviços", disse. Ela lembrou também que "durante a Copa do Mundo de 2014, a segurança foi uma das áreas mais bem avaliadas pelos estrangeiros, o que fez com esses turistas voltassem ao país".

PF reconhece competência 'independente do gênero'

Em entrevista à Radio Jornal, também nesta sexta-feira (13), horas antes de sua posse como primeira mulher no comando da PF em Pernambuco, a delegada Carla Patrícia Cintra afirmou nunca ter sido prejudicada por questão de gênero dentro da Instituição. "Eu assumi todas as chefias possíveis no âmbito da Superintendência e acho que a Polícia Federal já tinha maturidade de reconhecer os talentos, vocações e competências independente do gênero", disse.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM