Jornal do Commercio
Notícia
SEGURANÇA PÚBLICA

Com Em Frente Brasil, cidade de Paulista reduz homicídios em 36%

A primeira etapa do Em Frente Brasil previu o reforço no policiamento em cinco municípios. Entre eles, a cidade de Paulista em Pernambuco

Publicado em 14/01/2020, às 16h16

Programa tem atuação conjunta dos entres federativos / Foto: Hélia Scheppa/SEI
Programa tem atuação conjunta dos entres federativos
Foto: Hélia Scheppa/SEI
JC Online

O Ministério da Justiça e Segurança Pública divulgou, nesta terça-feira (14), dados do período de 30 de agosto de 2019, data do início do projeto "Em Frente Brasil", a 11 de janeiro deste ano que apontam a preservação de 165 vidas e que todos os cinco municípios participantes do programa apresentaram queda nos homicídios: Ananindeua/PA (-65,2%), Cariacica/ES (- 8,9%), Goiânia/GO (-47,9%), São José dos Pinhais/PR (-20,7%) e Paulista (-36,4%), na Região Metropolitana do Recife.

A primeira etapa do "Em Frente Brasil" previu o reforço no policiamento ostensivo em cinco municípios do Brasil. Paulista foi a cidade escolhida da Região Nordeste e recebeu, em agosto do ano passado, cem agentes da Força Nacional para atuar em conjunto com as instituições de segurança locais. Um decreto da pasta publicado no dia 27 de dezembro instituiu a prorrogação da estada dos agentes por mais seis meses, até dia 24 de junho.

Segundo o Ministério da Justiça, atuação conjunta entre as forças de segurança federais, estaduais e municipais resultou na redução de 44,1% nas ocorrências de homicídios nos cinco municípios. Desde que o início do programa as ocorrências de roubo tiveram redução de 29,9%. Os números mostram que a atuação integrada permitiu redução nos roubos em Ananindeua (-17,3%); Cariacica (-24,7); Goiânia (-40,8%); Paulista (-31,6%) e São José dos Pinhais (-28,2%).

Em entrevista ao Jornal do Commercio, o prefeito de Paulista, Junior Matuto (PSB), destacou a importância da atuação conjunta. "Precisamos unir forças para dividir o fardo. Quando dividimos, a população é quem ganha", afirmou.

PRISÃO E APREENSÃO 

Em quatro meses de projeto, as forças de segurança abordaram mais de 334 mil pessoas, resultando na prisão de 1.718 pessoas e apreensão de 370 menores. Mais de 500 inquéritos foram instaurados e 449 mandados de prisão foram cumpridos nos cinco municípios. Houve ainda apreensão de mais de 220 armas, de mais de 18 toneladas de drogas e a recuperação de 453 veículos.



O "Em frente Brasil" conta com a participação de policiais federais, rodoviários federais, militares, civis, bombeiros, guardas municipais, agentes penitenciários, agentes federais de execução penal, Força Nacional de Segurança Pública e demais agentes de segurança estaduais e municipais.

"No momento em que estive em Brasília para assinar esse convênio, eu me questionava sobre quais seriam os resultados, e hoje, estou feliz e de alma lavada com o que vem acontecendo no município no âmbito da segurança. Os números que já vinham caindo, hoje despencam ainda mais. Com o fardo divido, venceremos sim, a batalha contra o crime”, disse Matuto ainda na visita de Moro ao Estado para acompanhar a implantação do programa.

Em reunião na segunda-feira (13) para comemorar os resultados, o secretário estadual de Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas, Cloves Benevides falou sobre a continuidade do programa. “Os resultados são muito expressivos. Em algumas regiões, por exemplo, tivemos redução de cerca de 40% nos 5 municípios que compõem o programa, o que é muito positivo. A partir de agora a gente passa a, não somente observar os indicadores de redução, mas também as perspectivas de inclusão das pessoas e de fortalecimento dos vínculos preventivos para que esse cenário da segurança pública seja mais uma conquista dos pernambucanos”, explicou ele sobre a continuidade.

Pernambuco registra menor número de roubos em cinco anos

Segundo o balanço divulgado pela Secretária de Defesa Social de Pernambuco (SDS/PE), nesta terça-feira (14), o Estado registrou, em 2019, 78.943 roubos. O número representa a menor incidência de delitos desde 2014. Já no mês de dezembro, foram registrados 5.507 Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVP).

O mês também teve redução de 21% em relação ao mesmo período de 2018, o que completa uma série de 28 meses consecutivos de declínio de CVP. Ao todo, foram contabilizados 1.464 casos a menos que dezembro de 2018 (6.971), tornando-se o mês com menos delitos em 60 meses, ficando acima apenas de dezembro de 2014 (5.449 notificações).




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM