Jornal do Commercio
Sertão

Em Salgueiro, tecnologias ajudam na convivência com a seca

Ensilagem e melhoramento do rebanho caprino são utilizadas para melhorar a renda e a sobrevivência

Publicado em 29/08/2015, às 14h34

José Miguel dos Santos recebeu o reprodutor e seu rebanho ganhou 34 borregos. / Foto: Diego Fernandes/Divulgação
José Miguel dos Santos recebeu o reprodutor e seu rebanho ganhou 34 borregos.
Foto: Diego Fernandes/Divulgação
Do JC Online

SALGUEIRO – Diante do quadro de longa estiagem que vem causando impactos entre os criadores e agricultores sertanejos, no município de Salgueiro, Sertão Central, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural, vem desenvolvendo ações de convivência com o semi-árido, como saídas emergenciais para amenizar a seca. A prioridade é dar condições para a implantação de soluções tecnológicas e alternativas inovadoras.

Uma das ações é o melhoramento genético dos rebanhos de caprinos e ovinos, a partir da aquisição de reprodutores chamados “puros de origem – PO”, que são disponibilizados aos criadores. Um dos agricultores beneficiados com esta ação em suas terras foi José Miguel dos Santos, da Fazenda Tamboril, localizada no distrito de Umãs.

CARNE E LEITE

Segundo técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Rural, esses animais melhoram a qualidade da carne e do leite do rebanho, aumentando a qualidade da carcaça e do peso, além de permitir uma maior produtividade e precocidade, garantindo segurança alimentar e renda no ato da comercialização.



“Durante o tempo em que o reprodutor ficou em minhas terras, trouxe muito benefício. Através de um só nasceram 34 borregos, que vão me ajudar na questão da renda familiar”, comenta José dos Santos.

ENSILADEIRA

Além desses benefícios de apoio à reprodução, a prefeitura está adquirindo uma máquina ensiladeira com a caçamba acoplada que já produziu cerca de 400 toneladas de silagem. A ensilagem é uma técnica de armazenamento de forragem em um período de disponibilidade, a fim de garantir aos agricultores uma reserva de alimento para o rebanho durante os períodos de escassez.

Nossa meta é orientar e garantir benefícios que venham trazer melhorias para as famílias que vivem na zona rural. Para isso, nós contamos com uma equipe de três agrônomos que dão suporte e acompanhamento continuado às áreas beneficiadas”, acrescenta o diretor de Apoio e Fomento à Produção e Organização Rural, João Alfredo.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM