Jornal do Commercio
Saúde

Ceatox é referência para tirar dúvidas sobre intoxicações e acidentes com animais peçonhentos

Em quatro anos, unidade soma 48 mil atendimentos e ajuda a evitar mortes

Publicado em 23/10/2015, às 07h04

Atendentes do Ceatox tiram dúvidas e indicam encaminhamento / Sérgio Bernardo/JC Imagem
Atendentes do Ceatox tiram dúvidas e indicam encaminhamento
Sérgio Bernardo/JC Imagem
Cinthya Leite

Um velho ditado, inspirado numa frase do médico suíço Paracelso (1493-1541), diz que só a dose faz o veneno. Na maioria dos casos, essa máxima faz sentido. A questão é que nem todo mundo tem habilidade para identificar a quantidade que faz uma substância ser altamente nociva, especialmente quando alguém se envolve em acidente com animais peçonhentos (como escorpiões e serpentes) e intoxicação por medicamentos, chumbinho ou produtos de limpeza. Quando esses casos acontecem, recomenda-se entrar em contato com o Centro de Assistência Toxicológica de Pernambuco (Ceatox-PE). Uma ligação rápida para a central, que funciona 24 horas (0800 7226001), pode ser o suficiente para tirar dúvidas de quem é vítima desse tipo de acidente.

“A partir do relato das pessoas, fazemos a orientação e o encaminhamento para postos de saúde, Unidades de Pronto Atendimento (UPA) ou algum dos hospitais das 12 Gerências Regionais de Saúde. Hoje, em todo o Estado, há locais com profissionais capacitados para atender pessoas que são picadas por escorpião ou se envolvem em algum acidente com agente tóxico”, diz a pediatra e toxologista Lucineide Porto, coordenadora do Ceatox-PE. 

Os casos de maior notificação incluem as picadas por escorpião. Em 2014, foram 629 registros. Neste ano, já são contabilizados 532 casos até setembro. Nem todas as situações exigem a administração do soro antiescorpiônico. “As crianças geralmente ficam em observação nas unidades de saúde onde há a solução. Os adultos nem sempre precisam do soro, mas podem necessitar de alguma medicação para dor, que tende a aparecer após a picada do escorpião. Em qualquer caso, o indicado é ligar para o Ceatox para saber como proceder”, informa a médica. 



Na Região Metropolitana do Recife, o soro está disponível no Hospital da Restauração (HR), no Derby, área central da cidade, e ainda nos Hospitais João Murilo de Oliveira (Vitória) e Jaboatão Prazeres (Jaboatão dos Guararapes). No interior, os hospitais regionais contam com o antídoto. Em Pernambuco, essa descentralização foi feita em 2011. Antes disso, o Ceatox-PE era só um setor do HR. Há quatro anos, foi instituído, por meio de lei, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) no Estado, que se tornou o primeiro a tomar a iniciativa no País. Nacionalmente, a toxicologia foi incluída no SUS apenas este ano.

Em quatro anos, o Ceatox soma 48.616 mil atendimentos pela central telefônica. Do total, 19,8 mil foram por solicitação de informações, 11,1 mil de casos de acidentes com animais peçonhentos – desse universo 29,9% envolvem acidentes com escorpiões. Em seguida, vêm acidentes com medicamentos (24%) e agrotóxicos agrícolas (chumbinho), com 9,8% dos casos. 



Comentários

Por Mônica Maria Souza Siqueira ,29/07/2016

Olá , eu fiz um curso Ceatox na escola técnica Arlindo Ferreira dos santos, Sertânia-PE , recebi meu diploma sim, mas infelizmente meu PC deu problemas e perdi meu Diploma , Por favor gostaria de Receber novo Diploma Ex Aluna técnico em Enfermagem , conclui meu curso em 2014. Muito Obrigada

Por kassiana ,23/10/2015

minha sobrinha foi picada pelo escorpião, levamos ela para restauração chegando la, nao tinha nem um soro. nem medicada foi. foi orientada a colocar o pé no gelo e tomar paracetamol em casa. esclareçam onde realmente tem o soro. para que a população nao chegue na restauração e der viagem perdida ou que aconteça o pior.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada
Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM