Jornal do Commercio
Saúde

Pernambuco passa a notificar pacientes com sintomas de zika

Registro obrigatório passa a valer a partir desta quinta-feira (10)

Publicado em 10/12/2015, às 05h44

O Estado registra, a partir de agora, os casos de zika, associado à microcefalia / Diego Nigro/JC Imagem
O Estado registra, a partir de agora, os casos de zika, associado à microcefalia
Diego Nigro/JC Imagem
Cinthya Leite

Relacionada a um inusitado aumento dos casos de microcefalia, a zika passa a ser de notificação compulsória em Pernambuco a partir de hoje, quase seis meses após a confirmação laboratorial da circulação do vírus da zika no Estado. Com essa atitude, o governo reconhece que dengue e zika podem ser graves e diferenciáveis e, dessa maneira, reforça o olhar para possíveis complicações do vírus, que já atinge nove países das Américas e que, apenas no Brasil, deve ter infectado até 1,4 milhão de pessoas, segundo o Ministério da Saúde. As projeções para Pernambuco mostram que, no mínimo, cerca de 35 mil pessoas devem ter sido contaminadas pelo vírus – considerado, até pouco tempo, mais brando do que o da dengue. 

Ao exigir o registro obrigatório por parte dos profissionais de saúde, o Estado passa a contar com a oportunidade de fazer um maior trabalho de enfrentamento ao mosquito nas áreas de maiores ocorrências da doença. Além disso, a notificação compulsória permite uma vigilância e acompanhamento dos casos para que possam ser feitas projeções das possíveis complicações que podem surgir em decorrência da zika.

Até o momento, não há ensaios sorológicos comerciais disponíveis para a detecção de anticorpos específicos para o vírus da zika. “Os médicos podem notificar os casos suspeitos a partir da distinção dos sintomas da dengue e da zika. Na dúvida, é possível registrar as duas doenças para uma melhor vigilância dos casos”, esclarece a coordenadora de controle da dengue, chicungunha e zika da Secretaria Estadual de Saúde, Claudenice Pontes. 



Para reforçar o acompanhamento, os hospitais das redes pública e privada receberão novas capacitações em 2016 para atender pacientes com suspeita de arboviroses (doenças transmitidas por mosquito), alcançando no mínimo 80% de profissionais. Essa é uma das ações do Plano Estadual de Enfrentamento às Doenças Transmitidas pelo Aedes Aegypti.

Além disso, Pernambuco instituiu, em 2013, um programa de sensibilização de dengue, que ajuda profissionais a reconhecerem sinais da doença em 15 minutos. É uma conduta que pode auxiliar a separar as doenças na hora da notificação. “Em 80% dos casos, dengue e zika são diferenciáveis. Capacitações podem ajudar o médico a fazer essa distinção”, diz o médico Carlos Brito, do Comitê Técnico de Arboviroses do Ministério da Saúde.

Também estão sendo notificadas gestantes que apresentam manchas vermelhas na pele (sinal clássico da zika). Ao todo, são sete no Estado que já apresentaram esse sintoma. Elas serão acompanhadas por toda a gravidez para se investigar quais delas apresentarão (ou não) ultrassom indicativo de microcefalia. 




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM