Jornal do Commercio
IMUNIZAÇÃO

Vacina da febre amarela está em falta no Recife

O Estado não recebeu o repasse do imunizante referente ao mês de abril. Na capital, as doses não chegam desde a semana passada

Publicado em 11/04/2017, às 17h43

Ministério da Saúde deve voltar a enviar as doses ainda esta semana / Foto: EBC
Ministério da Saúde deve voltar a enviar as doses ainda esta semana
Foto: EBC
Editoria de Cidades

Pernambucanos que irão viajar para áreas de risco de febre amarela devem ficar atentos. A Secretaria Estadual de Saúde (SES) confirmou não ter recebido as doses referentes ao mês de abril da vacina, repassadas pelo Governo Federal. No Recife, quem procura a imunização acaba frustrado: as doses não chegam à capital pernambucana desde a semana passada.

A rede pública do Recife recebe, por mês, 2 mil doses da vacina. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, em março, o Estado repassou 7 mil doses. O aumento não deu conta da procura, que se intensificou após o surto da doença no País. No início de abril, as vacinas chegaram aos poucos: 400 a cada dois dias. O fornecimento, no entanto, foi interrompido no fim da semana passada.

“Março não é um mês de muita procura. A demanda maior fica entre janeiro e fevereiro. Este ano, porém, a demanda está muito grande”, destacou a coordenadora do Programa Nacional de Imunização do Recife, Elizabeth Azoubel.

Pernambuco recebe, mensalmente, cerca de 10 mil doses do imunizante. No último dia 23, o Estado teria solicitado uma nova leva da vacina, sem resposta do Ministério da Saúde. Em nota, o órgão federal afirmou ter enviado, entre janeiro e março, 24,2 mil doses da vacina para febre amarela para Pernambuco. Ainda nesta semana, serão enviadas outras 12 mil doses. Cabe ressaltar que Pernambuco não faz parte da Área com Recomendação de Vacina. As doses enviadas para a rotina das áreas sem recomendação são para atender pessoas que se deslocam para regiões onde a vacinação é recomendada.



Confira a nota na íntegra:

O Ministério da Saúde enviou, entre janeiro e março, 24,2 mil doses da vacina para febre amarela ao estado de Pernambuco. Nesta semana, serão enviadas outras 12 mil doses da vacina. Cabe ressaltar que Pernambuco não faz parte da Área com Recomendação de Vacina. As doses enviadas para a rotina das áreas sem recomendação são para atender pessoas que se deslocam para regiões onde a vacinação é recomendada.

 A vacinação de rotina para febre amarela é ofertada em 19 estados (Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Bahia, Maranhão, Piauí, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina) com recomendação para imunização. Vale destacar que na Bahia, Piauí, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, a vacinação não ocorre em todos os municípios. Além das áreas com recomendação, neste momento, também está sendo vacinada, de forma escalonada, a população do Rio de Janeiro e Espírito Santo. Todas as pessoas que vivem nesses locais devem tomar uma dose da vacina ao longo da vida.

Desde o início deste ano, o Ministério da Saúde tem enviado doses extras da vacina contra a febre amarela aos estados que estão registrando casos suspeitos da doença, além de outros localizados na divisa com áreas que tenham notificado casos. No total, 21,6 milhões de doses extras foram enviadas para cinco estados: Minas Gerais (7,5 milhões), São Paulo (4,78 milhões), Rio de Janeiro (3,9 milhões), Espírito Santo (3,65 milhões) e Bahia (1,9 milhão). Além disso, foram distribuídas, desde janeiro deste ano, 4,4 milhões doses da vacina de rotina para todas as unidades da federação.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Reencontros Reencontros
A menina que salvou os livros numa enchente, o garoto que venceu a raiva humana, o médico que superou a pobreza, os albinos de Olinda e o goleiro de uma só perna foram personagens do projeto Reencontros, publicado em todas as plataformas do SJCC
Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM