Jornal do Commercio
TESTES E PALESTRAS

Hospital Miguel Arraes faz ação sobre Hepatites Virais, nesta sexta

Na ação, serão realizadas palestras sobre a doença e 200 testes rápidos para Hepatites B e C

Publicado em 24/07/2017, às 14h18

A iniciativa vai acontecer no auditório do HMA, a partir das 9h / Foto: Divulgação
A iniciativa vai acontecer no auditório do HMA, a partir das 9h
Foto: Divulgação
Editoria de Cidades

O Hospital Miguel Arraes vai promover, nesta sexta (28), o Dia Mundial de Luta contra as Hepatites Virais. Na ação, serão realizadas palestras sobre a doença e 200 testes rápidos para Hepatites B e C, cujos resultados sairão em 30 minutos. Os casos positivos serão encaminhados para o IMIP, no Recife. A iniciativa vai acontecer no auditório do HMA, a partir das 9h. O hospital fica localizado na Estrada da Fazendinha, s/n, Jaguaribe, município de Paulista, no Grande Recife.

Mensalmente, o HMA atende uma média de 32 pacientes por mês com os sintomas da doença. De janeiro até este mês de julho foram 225 notificações de casos suspeitos. De acordo com o MS, mais de três milhões de pessoas, em todo o Brasil, estão contaminadas com a doença. Em 10 anos, o país registrou mais de 300 mil novos casos, com mais de 37 mil óbitos.

A hepatite viral é uma infecção que acomete o fígado. Pode ser causada por 5 tipos de vírus, nomeados pelas letras A, B, C, D e E, cada um com características diferentes e formas de contágio e evolução específicas. 

A Hepatite C é a mais perigosa e a que mais mata no Brasil, sendo responsável por 70% das mortes. Em todo o mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 80% dos casos de câncer de fígado são causados por hepatites virais. Para a OMS, as hepatites virais são 10 vezes mais infecciosas que o vírus da Aids.



Sintomas

Os principais sintomas da hepatite são febre, náuseas, vômitos, mal-estar, pele e olhos amarelados, além de falta de apetite e urina escura. Na presença deles, deve-se procurar uma unidade de saúde para realizar o exame de sangue capaz de detectar a existência do vírus no organismo.

A mais conhecida de todas é a Hepatite A (HAV), cujo vírus é transmitido por água ou alimentos contaminados com as fezes de um portador humano. Por isso está relacionada às más condições de higiene e/ou saneamento básico. Não há tratamento específico, mas a evolução em geral é boa e a recuperação é completa.

As mais graves são a Hepatite B e C (HCB e HCV), cujos vírus podem ser transmitidos por relações sexuais desprotegidas ou por procedimentos que envolvem sangue, sem os devidos e fundamentais cuidados de esterilização. O problema da hepatite C é que ela pode ser totalmente assintomática nas fases iniciais. Muitos ficam sabendo que a possuem por exames laboratoriais. Apenas 20% dos acometidos se curam. Os 80% restantes em geral evoluem para quadros crônicos. Desses, uma parcela pode evoluir para cirrose ou para o carcinoma de fígado.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Sozinhas nasce uma mãe Sozinhas nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM