Jornal do Commercio
Notícia
SARAMPO

Sarampo: Saúde admite dificuldade em cumprir meta de vacinação no Recife

A procura pela tríplice viral não saiu da faixa de demanda habitual, que é de aproximadamente 50 doses aplicadas por dia

Publicado em 08/10/2019, às 07h37

O Ministério da Saúde disponibilizará R$ 206 milhões para incentivar a vacinação de crianças / Foto: Filipe Jordão/JC Imagem
O Ministério da Saúde disponibilizará R$ 206 milhões para incentivar a vacinação de crianças
Foto: Filipe Jordão/JC Imagem
CINTHYA LEITE

A nova Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo iniciou ontem com tranquilidade nos postos de saúde da capital pernambucana. Na Policlínica Lessa de Andrade, no bairro da Madalena, Zona Oeste do Recife, a procura pela tríplice viral, que protege contra sarampo, caxumba e rubéola, não saiu da faixa de demanda habitual, que é de aproximadamente 50 doses aplicadas por dia. A expectativa da Secretaria Municipal de Saúde é que a campanha passe longe de agitação, já que a imunização ocorre de forma seletiva para a população-alvo, que compreende exclusivamente o grupo de crianças de 6 meses a 4 anos que ainda não iniciou ou não finalizou o esquema vacinal.

“Espero que esta mobilização seja bastante tranquila. Ao mesmo tempo, ficamos muito preocupados porque está difícil o trabalho de alcançar a meta nas primeira e segunda doses de tríplice viral. Desde agosto, a gente convoca as crianças frequentemente, mas ainda há um percentual sem a proteção adequada”, destaca a coordenadora do Programa de Imunização do Recife, Elizabeth Azoubel. Neste ano, nas crianças de 1 ano do Recife, a cobertura vacinal da primeira aplicação está em 90%; a segunda, em 70%. O ideal é que as duas doses atinjam os 95% recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

>>> Saiba tudo sobre a Campanha de Vacinação contra o Sarampo em Pernambuco

Para incentivar a vacinação de crianças, o Ministério da Saúde disponibilizará R$ 206 milhões, que serão destinados aos municípios que cumprirem duas metas estabelecidas pela pasta. Para receber esse recurso adicional, os gestores terão que informar mensalmente o estoque das vacinas poliomielite, tríplice viral e pentavalente e atingir 95% de cobertura vacinal contra o sarampo em crianças de 1 a 5 anos (grupo mais suscetível a complicações do sarampo, como cegueira e infecções generalizadas que podem levar a óbito) com a primeira dose da vacina tríplice viral.

Esta primeira fase da campanha, que vai até 25 deste mês, tem o Dia D de mobilização em 19 de outubro. A vacina dada aos bebês antes de completarem 1 ano de vida é considerada uma dose extra, que não interfere no calendário de vacinação de rotina, em que a primeira dose é feita aos 12 meses; a segunda, aos 15 meses.



“As crianças constituem o grupo com a maior incidência de casos de sarampo no Brasil. Em Pernambuco, temos cinco casos confirmados em meninos e meninas menores de 1 ano, inclusive com um óbito nessa faixa etária. Precisamos sensibilizar os pais e responsáveis para levar os pequenos aos postos de saúde e deixá-los protegidos. Distribuímos vacinas e capacitamos os profissionais dos municípios para que todos que precisam tenham acesso a essas doses”, frisa a superintendente de Imunização da Secretaria Estadual de Saúde (SES), Ana Catarina de Melo.

Relato

Ontem, na Policlínica Lessa de Andrade, a pequena Valentina, 6 meses, tomou uma dose de tríplice viral. “No último mês, viemos ao posto e fui informada de que ela teria que se vacinar agora. O retorno do sarampo é preocupante, principalmente para nós, mães, que temos bebês. Por isso, a vacinação é fundamental”, disse a mãe de Valentina, a estudante de odontologia Danielle Nascimento, 28.

Também no posto, a professora de educação infantil Emanuele Souza, 33, estava com o filho Joaquim, que acabou de completar 1 ano. “Há um mês, ele tomou a dose zero (de tríplice viral) e hoje recebeu mais uma”, contou. Daqui a três meses, ele receberá a segunda dose para completar o esquema vacinal e, ficar totalmente protegido contra sarampo.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM