Jornal do Commercio
ELENCO

Renato Góes interpreta Jesus da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém

Kadu Moliterno, Victor Fasano, Tonico Pereira e Nicole Bahls também estão no elenco

Publicado em 29/11/2017, às 12h12

Tonico Pereira, Renato Góes e Nicole Bahls  / Divulgação
Tonico Pereira, Renato Góes e Nicole Bahls
Divulgação
JC Online

O ator pernambucano Renato Góes vai interpretar Jesus na Paixão de Cristo de Nova Jerusalém em 2018.  A Sociedade Teatral de Fazenda Nova divulgou os nomes de Kadu Moliterno (Pilatos), Victor Fasano (Herodes), Tonico Pereira (Anás) e Nicole Bahls (Herodíades). As apresentações ocorrem de 24 a 31 de março de 2018.

Entre 2017 e 2010, Renato Góes participou do espetáculo no papel do apóstolo João. Os atores estarão a partir da próxima terça-feira (5/12) na cidade-teatro de Nova Jerusalém, localizada no município do Brejo da Madre de Deus, a 160 km do Recife, para gravar os filmes de divulgação do espetáculo, dirigidos por Eduardo Morotó.



Elenco

Mais de 50 atores e atrizes pernambucanos fazem parte do espetáculo em 2018, entre eles Fabiana Pirro (Maria), Ricardo Mourão (Caifás), Júlio Rocha (Pedro) e José Barbosa (Judas). A direção artística é dos pernambucanos Carlos Reis e Lúcio Lombardi.

 


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM