Jornal do Commercio
FIG 2018

MPPE requere volta da peça sobre Jesus com atriz trans ao FIG

Monólogo da atriz Renata Carvalho, O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu foi retirado da programação oficial

Publicado em 24/07/2018, às 14h21

Peça protagonizada por Renata Carvalho já foi vítima de tentativas de censura em outras cidades / Leonardo Pastor/Divulgação
Peça protagonizada por Renata Carvalho já foi vítima de tentativas de censura em outras cidades
Leonardo Pastor/Divulgação
JC Online

Há um novo recurso na Justiça para que o monólogo O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu volte a fazer parte da programação oficial do Festival de Inverno de Garanhuns 2018 (FIG). O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) requere a tutela provisória de urgência para que seja determinada a inclusão, em 24 horas, a peça sobre Jesus encenada pela atriz Renata de Carvalho entre as atrações do evento.

O espetáculo, que foi selecionado pela comissão curatorial do FIG, foi retirado da programação pelo Governo de Pernambuco após manifestações do prefeito da cidade, da Câmara Municipal e da Diocese de Garanhuns.

O MPPE já tinha ingressado com uma ação civil pública, requerendo a condenação do Estado e do Município pela prática de discriminação "contra a população homoafetiva, especialmente transexuais, e da violação do seu dever de garantidores de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, condenando-os ao pagamento de indenização por danos morais coletivos a sar revertida em campanhas contra a discriminação da população homoafetiva, especialmente dos transexuais".



No texto do MPPE destaca-se a "defesa do direito difuso a um Estado e a um Município garantidores de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, como previso pelo constituinte já no preâmbulo da Constituição Federal, e que não se submetam a qualquer tipo de discriminação".

Garanhuns

A apresentação estava inicialmente prevista para a quinta-feira (26/7), em uma sessão que começaria às 23h, destinada para o público adulto. O MPPE requere que estas características sejam mantidas e que o Estado e o Município "diligenciem para estimular o diálogo entre os produtores da peça e os demais parceiros e a população em geral, desfazendo mal-entendidos e preconceitos, e garantindo a segurança necessária à referida apresentação".

Artistas se articularam para garantir a apresentação de O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu durante o Festival de Inverno de Garanhuns, em espaço alternativo. Diversos artistas se pronunciaram sobre o ocorrido, como a cantora Daniela Mercury, que criticou durante seu show na cidade a retirada do espetáculo da programação.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM