Jornal do Commercio
ESTREIA

Pedro Godoy coloca em prática sua experiência no Wiella

Aos 27 anos, novo chef do bistrô vem de uma temporada de três anos na Austrália

Publicado em 17/01/2019, às 14h12

Pedro Godoy renovou o cardápio imprimindo sua marca / Leo Motta/JC Imagem
Pedro Godoy renovou o cardápio imprimindo sua marca
Leo Motta/JC Imagem
Flávia de Gusmão

Pedro Godoy, 27 anos, herdou um carro de luxo para pilotar. E este veículo chama-se Wiella Bistrô, uma casa bem-montada que, em seus 16 anos de vida, garantiu uma clientela fiel – algo que é bom, mas nem sempre. O desafio de Godoy, portanto, é movimentar esta engrenagem já consolidada sem desagradar àqueles que a ela são apegados, ao mesmo tempo em que consegue ser criativo a ponto de atrair novos fregueses como se fosse uma casa recém-inaugurada.

A bolsa de apostas está a seu favor. O primeiro trunfo de Pedro é ter, apesar da pouca idade, muita estrada rodada. Pedro começou aos 17 anos quando, sem saber bem qual caminho seguir, optou por fazer faculdade de gastronomia (Senac). A vida o levou, ainda bem jovem (e isso é bom, mas nem sempre), a exercer o papel de consultor em algumas casas do Recife. Valeu-lhe, então, um talento natural de quem parece ter mesmo nascido para o métier, e uma seriedade pouco comum, na classe média brasileira, a tão tenra idade.

EXPERIÊNCIA

Estagiou no Beijupirá, de Olinda e de Porto de Galinhas; passou pelo Oficina do Sabor, Thaal, Tapa de Quadril, Beleléu e Vaporetto (como consultor). Até que resolveu arrumar as malas e se mudar para a Austrália. O objetivo era aprender, não apenas a língua inglesa, mas, principalmente, os meandros da profissão que decidira abraçar.

Teve duas cidades como base: Gold Coast e Melbourne e, de cada uma delas, extraiu o que pôde de conhecimento. Precisou zerar tudo, passar para a pia e reconstituir os passos que garantem o direito de, efetivamente, tocar no alimento.
Foram três anos e dez casas percorridas. De Gold Coast, cidade litorânea na Costa Leste australiana, ele trouxe na memória o cuidado quase ritualístico com os pescados, aprendido no The Fish House, um premiado restaurante dedicado aos frutos do mar. De Melbourne, ele carregou consigo a admiração pelos profissionais do Maha, no topo do ranking australiano, restaurante que lhe permitiu sentir, pela primeira vez, segundo ele, que havia subido alguns degraus.



No Wiella, Pedro Godoy chegou com tato, para que a transição de filosofia culinária se dê organicamente. Mas não confundam a afirmação com falta de personalidade. Há de sobra neste jovem chef. Suas composições são tão assombrosamente perfeitas em execução técnica, que as receitas mais clássicas ganham outra dimensão, até então impensáveis. As combinações refletem as paisagens gastronômicas visitadas (a entrada, feita com hummus, tabule, sour cream e torradas, R$ 20, é uma epifania oriental); as carnes são tratadas com o respeito que merecem.

A melhor sugestão que posso dar para quem quer conhecer o trabalho de Pedro Godoy é esta: solicitem o menu degustação (R$ 140 em quatro etapas; R$ 190 em seis). Só assim para se ter uma visão panorâmica do seu trabalho. E ele está apenas “começando”.

Wiella Bistrô – Av. Domingos Ferreira, 1274, Boa Viagem, fone: 3463-3108. Segunda a sexta almoço e jantar; sábado só jantar; domingo só almoço.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM