Jornal do Commercio
Notícia
DOCE

Dia Mundial do Chocolate: Saiba o que é verdade e o que é mito sobre a iguaria

Há muitas histórias que envolvem o famoso doce, mas nem tudo é verdade. O JC conversou com uma nutricionista para falar sobre o assunto

Publicado em 05/07/2019, às 21h29

Dia Mundial do Chocolate é comemorado neste domingo (7) / Foto: Pixabay
Dia Mundial do Chocolate é comemorado neste domingo (7)
Foto: Pixabay
JC Online

Ao leite, amargo, branco, diet e light. São vários os tipos de chocolate que existe e que fazem a alegria de muitas pessoas, sejam elas mulheres, homens, crianças ou idosos. Quem nunca usou a desculpa de que está de mau humor para comer, nem que seja, um pedacinho? A iguaria envolve muitas histórias, como a de que chocolate traz a felicidade e ainda que comer chocolate após o almoço faz bem. Mas será que tudo isso é verdade mesmo?

O Dia Mundial do Chocolate é comemorado neste domingo (7) e, para desmistificar algumas dessas histórias, o JC conversou com uma nutricionista para explicar sobre alguns dos mitos e verdades.

Veja

Chocolate branco não é chocolate

De acordo com a nutricionista Joyce Dias, o chocolate branco não pode ser considerado chocolate. "Ele não pode ser considerado chocolate porque ele não é feito com a massa de cacau, como são feitos os outros chocolates. Ele é feito com a gordura do cacau, leite e açúcar. Por esse motivo, ele é mais gorduroso", explica. A nutricionista alerta ainda para os diabéticos. "Para essas pessoas, ele não é uma boa opção. O chocolate branco não beneficia em nada. Ele só vai provocar prazer, mas não agrega, nutricionalmente falando, em nada".

Chocolate amargo é mais saudável que o ao leite

Chocolate preto tem benefício, sim. No entanto, nem todos. "A partir do 70% pode trazer benefício. Quanto mais cacau o chocolate tiver, mais benefício e coisas à saúde ele vai estar proporcionando", alerta Joyce.



Comer chocolate após o almoço faz bem

Para os que gostam de comer doce após o almoço como sobremesa, aí vai a boa notícia: comer chocolate após o almoço faz bem. "O ideal é comer dois pedacinhos após essa refeição. Isso vai fazer com que, ao longo do dia, o seu corpo não fique pedindo por algo doce", explica a nutricionista.

Chocolate traz felicidade

É comum dizer que chocolate traz felicidade e até ajuda as mulheres no período pré-menstrual, a famosa TPM. A outra boa notícia é que: sim, comer chocolate deixa a pessoa feliz. "Ele proporciona mesmo a melhora do humor, da felicidade, levanta o astral. O chocolate libera hormônios, como a endorfina e serotonina, que são hormônios que dão a sensação de prazer, de felicidade, de bem-estar", afirma.

Chocolate dá espinha

Muita gente fica receoso de comer chocolate porque já ouviram que ele dá espinha, no entanto, não é verdade. "Sozinho ele não dá espinha. O que dá espinha é o conjunto alimentar como um todo. Por exemplo, comer açúcar e frituras de mais. Se a pessoa come alimentos com excesso de açúcar, mais fritura, mais chocolate, isso vai fazer com que ela tenha espinha", alerta.

Bebê tem cólica quando a mãe come chocolate

Muitas mamães por aí já devem ter ouvido que não pode comer chocolate enquanto amamenta, mas, segundo a nutricionista, isso não é um fator que irá ocasioná-la. "O que causa a cólica no bebê são outros fatores, como a má posição do aleitamento materno", explica Joyce.

Palavras-chave




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Reencontros Reencontros
A menina que salvou os livros numa enchente, o garoto que venceu a raiva humana, o médico que superou a pobreza, os albinos de Olinda e o goleiro de uma só perna foram personagens do projeto Reencontros, publicado em todas as plataformas do SJCC
Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM