Jornal do Commercio
CURSO

Um ano cheio de projetos para Marcelo Gomes

O cineasta vai ministrar uma oficina de direção cinematográfica, a partir de amanhã, no Centro Audiovisual Norte-Nordeste (Canne), da Fundação Joaquim Nabuco do Derby

Publicado em 11/03/2012, às 06h06

Do JC Online

O cineasta pernambucano Marcelo Gomes, responsável por Cinema, aspirinas e urubus e Viajo porque preciso, volto porque te amo, este último dirigido com Karim Aïnouz, vai ter um ano intenso. O realizador está finalizando Era uma vez Verônica – primeiro filme a ser gravado no Recife, sua cidade natal – que deve ser lançado no segundo semestre e grava ainda em 2012 O homem das multidões, uma parceria com o mineiro Cao Guimarães. Para falar um pouco da sua experiência, o cineasta arrumou tempo para ministrar uma oficina de direção cinematográfica, a partir de amanhã, no Centro Audiovisual Norte-Nordeste (Canne), na Fundação Joaquim Nabuco do Derby.

“O Curso vai se basear nas minhas experiências, nos filmes que eu já fiz, nos documentários e na forma como eu trabalhei com a equipe de arte, de fotografia, como eu montei o filme. Acho que podemos comparar a função de um diretor à função de maestro, ele conduz uma orquestra. No caso de um diretor, um grupo de pessoas criativas, mas também não sou um teórico da direção, tenho formação prática”, analisa Marcelo Gomes.

O Canne recebe ainda o curso de Desenho de Som, ministrado por Nicolas Hallet. Em maio é a vez de Hilton Lacerda, responsável pelos roteiros de Baile perfumado e Febre do rato, oferecer uma oficina de roteiro. “Estudei cinema na Inglaterra em 1991 e 1992, nessa época não encontrava cursos no Recife, mas agora é diferente. Através dessa formação você pode conhecer o lado técnico do cinema. É claro que existe um lado criativo, maso lado técnico é necessário. Quanto mais você conhece a técnica mais você pode usá-la em função do filme, no conceito da obra, na linguagem que você quer construir”, reflete o cineasta.

Gravado no final de 2010, Era uma vez Verônica é o primeiro longa-metragem do cineasta a ser filmado no Recife. É uma obra sobre uma médica recém-formada, Verônica (Hermila Guedes), que começa a trabalhar num ambulatório de psiquiatria, e sobre a transição da vida de estudante para a vida adulta, em meio a uma cidade caótica.



“Em San Sebastian mostrei um primeiro corte para distribuidores e produtores europeus. Foi uma experiência muito estimulante e voltei para trabalhar na montagem, terminamos na semana passada. Estou feliz com o resultado e por contar a história através da Hermila Guedes, que é uma atriz fantástica. Agora estamos fazendo a mixagem de som e trabalhando no laboratório para preparar a imagem. Espero que o filme fique pronto em junho e, dependendo da distribuidora, a Imovision, podemos lançar no segundo semestre”.

NOVO PROJETO

Para o segundo semestre podemos esperar um parceria que deve render bons frutos. Os realizadores Marcelo Gomes e Cao Guimarães (Andarilho, A alma do osso, Ex-isto) vão filmar juntos O homem das multidões, obra inspirada no conto do escritor americano Edgar Allan Poe. Até agora os cineasta ainda não sabem se as filmagens serão realizadas no Recife ou em Belo Horizonte, mas o filme é coproduzido pela pernambucana REC e pela mineira Cinco em Ponto.

“Conheci o Cao Guimarães, quando fui montar Cinema, aspirinas e urubus em Belo Horizonte e fiquei familiarizado com o seu trabalho. Depois, ele me convidou para participar do filme e adorei a ideia, porque temos referências muito diferentes, mas interesses em comum. Interesses de investigar novos caminhos, de desenvolver uma linguagem, de contar uma história simples, comum, que certamente já foi contada, mas de uma forma diferente. Quero atingir o espectador por outro viés, quero que os meus filmes fiquem na memória afetiva das pessoas”.

Leia mais no JC deste domingo (11), no Caderno C

Palavras-chave




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM