Jornal do Commercio
ENTREVISTA

George Moura faz adaptação de A emparedada da Rua Nova para a TV

Romance foi transposto para o Sertão Pernambucano dos dias atuais

Publicado em 13/06/2013, às 06h02

George Moura / Raphael Dias/Divulgação
George Moura
Raphael Dias/Divulgação
Ernesto Barros

Há 15 anos morando no Rio de Janeiro, o jornalista e roteirista pernambucano George Moura é um dos nomes mais quentes da TV Globo. Depois do sucesso da minissérie O canto da sereia, ele emplacou a adaptação do romance recifense A emparedada da Rua Nova, transposto para o Sertão pernambucano. Nesta entrevista, ele fala sobre a minissérie, que terá três meses de gravação no Estado, e de seus roteiros para o cinema.

JORNAL DO COMMERCIO – Como surgiu o interesse pelo folhetim A emparedada da Rua Nova? Como recifense, talvez esse seu conhecimento venha de muito tempo.



GEORGE MOURA – Na verdade, esse livro me foi dado nos anos 1980 pelo Dr. Reinaldo de Oliveira, que também é ator. Eu li naquela época e, desde então, essa história ficou na minha cabeça e no meu coração, com um desejo de fazer algo. Os anos se passaram e, em 1996, fui morar no Rio de Janeiro. Cerca de dois anos depois, estava fazendo um trabalho com José Maria Villamarim (diretor da minissérie O canto da sereia) e dei meu exemplar para ele ler. Eu disse pra ele: “Aqui tem uma história que eu queria muito contar”. Ele leu o livro e ficou absolutamente apaixonado pela trama folhetinesca do livro. Há dois anos, levei a ideia para a TV Globo. O diretor artístico da emissora, Manoel Martins, fez uma provocação como o meu desejo de fazer uma adaptação e me disse: “Você já pensou em fazê-la contemporânea?”

Leia a entrevista completa na edição desta quinta-feira (13/06) no Caderno C, do Jornal do Commercio.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM