Jornal do Commercio
CRÍTICA

A crise dos 40 anos é tema de Enquanto Somos Jovens

Longa-metragem independente entra em cartaz nesta quinta-feira (18/6), no Moviemax Rosa e Silva

Publicado em 17/06/2015, às 09h07

Ben Stiller e Naomi Watts em cena de Enquanto somos jovens / Mares Filmes/Divulgação
Ben Stiller e Naomi Watts em cena de Enquanto somos jovens
Mares Filmes/Divulgação
Ernesto Barros

A descoberta de que o tempo passa – e, pior, de que não temos consciência disso – é o tema de Enquanto Somos Jovens, novo longa-metragem de Noah Baumbach, que estreia nesta quinta-feira 918/6) no Moviemax Rosa e Silva. Cineasta da cena independente americana, com uma filmografia em construção a partir da metade dos anos 1990, Baumbach vem fazendo um balanço de sua vida – ou, pelo menos, de sua geração – desde que ultrapassou a barreira dos 40 anos.

Atualmente com 45 e uma carreira novamente ascendente, com o fôlego redobrado depois do surpreendente sucesso da comédia Frances Ha, de 2012, o cineasta vem transformando em ficção uma certa perplexidade diante do que imagina vir pela frente em sua vida (ou dos seus amigos, quem sabe). Enquanto Somos Jovens, por exemplo, que também tem Ben Stiller como protagonista, é um sucedâneo lógico de O Solteirão, de 2010, em que o cineasta acompanha os percalços de um quarentão inseguro e perdido, que volta para Nova Iorque, sua cidade natal, e não consegue se reconectar com os antigos amigos.

Agora, Noah Baumbach retoma o tema sob a ótica de um casal ligado ao cinema documentário que, não mais do que de repente, percebe que está sendo ultrapassado. Josh (Stiller) e Cornelia (Naomi Watts) ficam amigos de Jamie (Adam Driver) e Darby (Amanda Seyfried), uma casal de hispters. Descolados, eles renegam o Facebook, usam roupas esquisitas e ouvem discos de vinil. Há 10 anos tentando terminar um documentário, Josh dá aulas e meio que vive à sombra do sogro, o velho documentarista Leslie Breitbart (Charles Grodin), que um dia foi seu mentor.



Enquanto somos jovens é claramente dividido em duas partes. Na primeira, temos Josh e Cornelia fascinados pelos novos amigos, como se eles estivessem numa mesma jornada. A amizade começa a minar quando participam de uma cerimônia em que tomam a bebida alucinógena Santo Daime (Ayahuasca). Entre engulhos, vômitos e alucinações, Josh começa a perceber que ele e Jamie, também documentarista, têm visões diferentes sobre ética e realidade. 

A partir daí, o filme toma uma nova direção, com Josh – Cornelia não embarca na mesma história – entrando numa viagem paranoica em que vê Jamie como inimigo. Com diálogos espertos, atores talhados para os papéis e ritmo acelerado, Enquanto Somos Jovens aparenta ser engraçado, mas o gosto doce amargo da vida é o que fica na nossa memória.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM