Jornal do Commercio
Estreias

Os Incríveis 2 estreia em 2018 e Toy Story 4 é adiado para 2019

A troca foi feita por causa de uma aceleração da produção da animação da família de super-heróis

Publicado em 27/10/2016, às 11h50

A continuação de Os Incríveis estreia em junho de 2018. / Foto: Divulgação
A continuação de Os Incríveis estreia em junho de 2018.
Foto: Divulgação
Estadão Conteúdo

A Pixar trocou as datas de lançamento das animações Os Incríveis 2 e Toy Story 4. O primeiro estreia no dia 15 de junho de 2018, enquanto o outro foi adiado e ficou para 21 de junho de 2019. De acordo com fontes internas da Disney, a troca foi feita por causa de uma aceleração da produção de Os Incríveis 2.

Brad Bird, que já ganhou o Oscar, será o diretor da animação de super-heróis. O primeiro longa da família Incrível, lançado em 2004 e com arrecadação de 663 milhões de dólares, também foi dirigido por ele.



SUCESSO DE LONGA DATA

Em 2010, quando foi lançado Toy Story 3, o filme arrecadou 1,06 bilhão em bilheteria e se tornou a primeira animação a chegar na marca dos bilhões. Mais tarde, os filmes da Pixar Frozen, Zootopia, Procurando Dory e Minions, que Universal, também entraram no clube do bilhão.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM